Livro: Misery - Stephen King

sábado, janeiro 07, 2017

MiseryPaul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.
Hoje é dia da maldade, fazer seu autor favorito reescrever toda uma história, porque você odiou o final.

Com um início ingênuo, conhecemos o escritor Paul Sheldon, em meio as dores, depois de um grave acidente devido ao mau tempo e uma dose de alcoolismo. Ele acorda com uma estranha ao seu lado sussurrando ser sua maior fã. Há algo errado. Seu corpo e sua mente, não parecem lhe pertencer mais, ele só sente que está sendo cuidado. Annie o leva para sua cabana e decide cuidar de Paul, afinal acredita-se que ela carregue uma baita experiência por ter sido enfermeira. O carinho de Annie por Paul, nasceu pela sua personagem best-seller Misery Chastain. Porém, até aquele momento Annie não sabe que Paul se livrara de Misery. Ele estava feliz por enterrar aquele projeto de anos, e iniciar um novo capítulo em sua carreira literária, até conhecê-la.

"- Meu nome é Annie Wilkes. E eu sou...
- Eu sei - disse ele. - Você é minha fã número um.
- Sim - respondeu ela, sorrindo. - É isso mesmo que eu sou."

Annie Wilkes é só gentileza e doçura, lhe cedendo a cura para suas dores. A cada seis horas ela aparece ao lado de Paul, com dois comprimidos de Novril, disposta a ajudá-lo e ele começa a reparar em sua personalidade bipolar. A bomba explode de vez, quando ela finaliza a leitura da última aventura de Misery Chastain e descobre o final trágico de sua amada personagem. Annie faz Paul reescrever toda a história, sob uma tortura angustiante que SENHOR, pensei que nunca fosse ter fim. Não que seja ruim; é altamente sem limites. Porém, meu lado escorpiano não deixou de amar a deusa.

É difícil para Paul medir as palavras em cada conversa com Annie e suas interpretações a tornam violenta por questão de segundos. Pequenas ações dele também a enfurece, e claro, logo chegamos nas tentativas de liberdade que o custa MUITO. Boa parte da narrativa só acompanhamos a interação dos dois, que pode despertar uma grande aflição dos leitores. No meu caso, eu só queria que alguma alma aparecesse e o salvasse. Não que o personagem seja um anjo. Paul tem seus defeitos. Alguns pensamentos dele sobre Annie ao conhecê-la, me incomodaram um pouco, mas não é motivo para tanta atrocidade. Contudo, no fim ele é obrigado a confessar que ela era uma DEUSA. Nenhum de seus personagens seriam tão bem moldados, como Annie Wilkes.

A relação dos dois é bastante complexa e desperta vários sentimentos no decorrer da leitura. Meus sentimentos por Annie, chegaram a ser bem positivos em alguns momentos, pela genialidade que molda a construção da personagem. Você se pega refletindo se um autor te decepcionasse no mesmo nível, até onde iria sua raiva. E também se Paul tivesse dado um final à Misery, digno para Annie em seu lançamento, se ela o deixaria partir. Creio, que outra coisa despertaria seu instinto violento, da mesma maneira.

"- Paul, eu estou avisando. Se essa pessoa ouvir algum barulho, ou se eu ouvir algum barulho e pensar que ela ouviu, eu mato seja lá quem for, quantos forem, depois mato você, e aí me mato."

A escrita de Stephen King nesta obra é de impressionar. Como o uso da metalinguagem - é CARA, eu te disse que a Annie obriga Paul a reescrever o último capítulo da vida de Misery Chastain - então, ela o presenteia com uma máquina de escrever, praticamente, caindo aos pedaços. Todas as falhas e partes consertadas manualmente, estão lá. Um ponto a mais para a edição, para que o leitor não se perca em nenhuma das sensações que a leitura transmite. Fora que o autor, também nos presenteia com belas referências, muitas vezes poéticas.

Na resenha de Joyland, clique aqui, ressaltei que era minha primeira experiência com o autor. Joyland nos trás um enredo light, sobre um típico quem matou e a vida pessoal de seu protagonista Devin Jones, que resolve dar um jeito na vida depois de um pé na bunda, daí ele se atrai pelos mistérios do assassinato no parque e tals. Já Misery, foca em dois personagens em boa parte da narrativa e quanto mais dias Paul passa sob domínio de Annie, mais tensão é transmitida pelas páginas. Tortura, dor, violência se tornam frequentes e o temor prevalece até o último momento. Conto isso, pois todos que pergunto sobre porque ainda não leram Stephen King, dizem que tem medo de seus livros. Então, com toda certeza, há livros light do autor que você possa experimentar, sem lado sanguinário; sem gente brincando de passar com cortador de grama por cima dos outros...

"-Você me deve a vida Paul. Eu espero que você se lembre disso. Espero que você mantenha isso em mente."

Misery, é uma ótima pedida para leitores fortes. É um livro forte; para leitor forte. Confesso que no início da leitura não cheguei a simpatizar, pois não imaginava onde tudo aquilo levaria. Paul e seus devaneios e eu aqui tentando compreendê-lo. Porém, não demora muito até Annie mostrar suas asas e a gente desconfiar se ele realmente vai conseguir ir embora.

Há uma adaptação estrelada pela atriz - maravilhosa ♥ - Kathy Bates, de 1990. Aliás, interpretar Annie Wilkes rendeu seu primeiro Oscar. O ator James Caan, interpreta Paul Shedon. Clique aqui e assista o trailer.




Autor: Stephen King
Título Original: Misery
Origem: Literatura Americana
Editora: Suma de Letras
Tradução: Elton Mesquita
ISBN: 9788581052144
Publicação: ed-2014
Páginas: 326
Série: Não
O Que Tem?: Fãzona de Autor, Terror, Linguagem Adulta

You Might Also Like

29 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana! Amei essa tus resenha! Amoooo esse filme e aproveito para recomendar o Janela Secreta, ja viu? Beijos e feliz 2017!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Amo A Janela Secreta, um dos meus filme favoritos haha
      Feliz 2017 pra vc tb ♥

      Excluir
  2. Resenha maravilhosa amei, bom final de semana, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  3. Ai Nana, pega no meu pé?
    Não me deixa passar 2017 sem ler nada no Stephen King?
    MEU DEUS, como eu adio, rs.
    Tenho um medo lascado de não gostar, mas vejo tantos elogios e é um clássico, né?
    Eu preciso ler!!!!
    Beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana,
    Nunca li nada do autor acredita?
    Gostei muito da premissa desse livro, mas pretendo pegar outros antes desse para começar a conhecer a escrita do autor.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  5. Oi Nana, tudo bem?

    Uma das minhas metas de leituras em 2017 é ler algo do King! Quem sabe começo com Misery! E também quero ver o filme <3

    Adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi! Eu nunca li nada do Stephen, mas muita gente simplesmente ama o trabalho do cara e eu estou louca para conferir. Não sei se gostaria da personagem em si, mas de sua construção com toda a certeza. Espero ter essa mesma experiência que você teve.
    Beijo! http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ainda não conhecia o livro, mas fiquei com vontade de ler. E ah, adorei saber que é de Caxias igual eu rs Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  8. Que medo desse livro hahahaha! Preciso muito ler, todo mundo comentando, a história é bem diferente do normal :D

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, Nana.
    Eu não consigo gostar da escrita dele acredita? Já li quase vinte livros dele e uns eu gostei, mas a maioria não. E acho que esse é um dos que eu não iria gostar. Não gosto dos livros dele que são assim somente com dois personagens fazendo um jogo psicológico. E não sei porque o pessoal fala que sente medo nos livros dele. Os que li até agora nenhum me deu medo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi, Nana! Eu sou desse grupo que tem medo de ler os livros do Stephen King. Eu não consigo assistir filme de terror, pois tenho pavor, mas sou MUITO curiosa pela escrita dele. Assisti ao trailer da adaptação e definitivamente imagino que essa história seja um pouco forte demais para mim hahahahhah Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderExcluir
  11. Oi Nana! Deste ano não passa, vou ler este livro e torço para ser daqueles que me deixem arrepiada.

    Bom domingo. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Stephen King é Stephen King, eu já tinha ouvido falar desse livro - apesar de não reconhecer o título - e adoro o enredo! Não pensaria duas vezes antes de comprar se encontrasse por aqui.
    Eu tinha visto a gif dessa adaptação no tumblr e ficado curiosa, agora graças a você descobri de onde vem, certamente vou assistir.
    Beijos e até mais :*
    http://www.thesecretshoot.com/

    ResponderExcluir
  13. Aiii que delícia de livro. Ainda nao li nada do King, mas quero muitooo! Gente, imagine um fã louco fazer voce reescrever o final. kkkkkkk MEDA! Não sabia dessa adaptaçao, vou dar uma olhada no link que voce deixou.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  14. Stephen King é simplesmente GENIAL! Eu fico louca quando leio uma resenha dele porque os livros são de tirar o fôlego e de fazer perder a cabeça de tão bons e intensos. AMEI a sua resenha e o blog, já estou seguindo!

    Café, Vodka e Literatura

    ResponderExcluir
  15. Stephan King arrasa, né?!
    Amo amo amo amo mto!
    Adorei o seu cantinho! 😍
    Convido-te a conhecer o meu blog! Se gostar, comente e siga-me! 💗
    Fique com Deus!

    Beijos, 😘
    Renatinha Araújo.
    Blog | Facebook | Twitter | Instagram | YouTube

    ResponderExcluir
  16. Oi Nana, tudo bem?
    Acredita que nunca vi o filme? Preciso!
    Amei a resenha e fiquei louca pra ler. Adoro esse tipo de livro de terror puxado pro thriller! *-*
    Feliz 2017 pra você, que seja cheio de alegrias! <3
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  17. Oii Nana,
    Ai tenho até vergonha de dizer que não cumpri minha meta em ler King em 2016, vai ter que ficar para 2017 mesmo. Esse livro é uma ótima dica para começar a ler os livros do autor, gostei bastante do enredo...
    P.S.: Comecei assistir Victoria esse fds, mas consegui ver apenas 4 episódios até agora, falta a metade, mas já estou adorando...

    Beijinhos, tenha uma linda semana!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  18. Nana do céu, que livro é esse!! Essa é a primeira resenha que eu leio a fundo da obra, e gente, só com ela eu fiquei atordoada, imagina só com o livro em si! Que mulher doida! Que dó do Paul hahaha uma história bem criativa a la SK. Também fico com cara de interrogação com gente que fala que tem medo das obras dele. Acho que são mais violentas/doidas do que aterrorizantes hahaha. Preciso muito mesmo ler Misery! Até me lembrou um pouquinho o livro Dias Perfeitos do Raphael Montes, já leu?

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Olá Nana, tudo bem?
    Acredita que nunca li nada do King?! Mas acho que posso começar com esse livro.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Não leio o King, mas senti que para quem gosta das obras dele, parece ser uma história bem envolvente :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi, Nana!
    Só li um livro do King: Carrie. Nem é dos mais assustadores, mas li ainda novinha e fiquei bastante impressionada. "Misery" está na minha lista! Adoro livros fortes assim. E gostei de saber que colocaram as falhas e partes consertadas na edição, deve tornar tudo ainda mais real para o leitor. Não sabia que tinha filme! Agora quero ler logo para poder procurar pra assistir depois.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  23. Então amiga, apesar de ter achado o enredo super interessante, ele é muito forte pra o meu gosto. Acho que sou uma leitora fraca. Hahaha
    Mil beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Respostas
    1. Oi Queila,
      Infelizmente não consegui acessar seu blog, está dando 'permissão negada'.
      Agradeço sua visita, comentário e por nos seguir ♥
      bjs

      Excluir
  25. Oi, Nana! Tudo bem? Esse é um dos livros do Stephen King que mais tenho vontade de ler. Acho a premissa sensacional e Annie parece ser aquelas personagens que odiamos amar.

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi, Nana!

    Esse livro parece ser incrível! Nunca li nada do Stephen King, mas tenho uma vontade absurda! Espero que esse ano eu consiga me iniciar nos livros de King!
    Beijão,
    Natália | Obcecada Pelos Livros

    ResponderExcluir
  27. Salve Nana
    Mano, pensa num filme agoniante co uma das protagonistas mais fodasticamente medonha do cinema. Sério a Kate é medonha. Sério, foi uma das adaptações mais fantásticas que eu já vi
    bjos LP
    quatroselos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

HELP

Stats

Desde Fevereiro/2011
Nome: Obsession Valley
Host: Blogger.com


Subscribe