Livro: A Educação de Sebastian - Jane Harvey-Berrick

quarta-feira, junho 01, 2016

A Educação de SebastianPresa num casamento frio e sem paixão, Caroline Wilson, de 30 anos, muda-se para San Diego depois que seu marido militar é promovido. Sentindo-se perdida e sozinha, Caroline reencontra uma antiga amizade: Sebastian, que ela conhecera ainda menino, um jovem inteligente e sensível, com pais alcoólatras e violentos. Sebastian, agora com 17 anos, tem mais do que apenas amizade em sua mente. Juntos, experimentam o despertar de uma paixão intensa e arrebatadora. Mas esse romance proibido pode ameaçar a vida de ambos.



Caroline Wilson tinha apenas dezenove anos quando casou com o oficial da marinha, David Wilson. Sua a mãe o achara um ótimo partido e praticamente, deu a filha para o homem. Meses depois, David já não parecia nada como o homem que conhecera no início de namoro. Não tinha interesse em seus assuntos; não gostava do jeito que ela se vestia. A juventude de Caroline foi completamente sugada e aos poucos se tornara uma domesticada dona de casa, que seu único dever era não deixar o marido estressado.

Aos 21 anos, Caroline conheceu o pequeno Sebastian Hunter. Ele tinha oito anos e ela fora obrigada a se amigar com a família dele, por ordens de David. O garoto gostava da atenção e os ensinamentos dela, como a língua italiana. Os pais nunca foram muito atenciosos com Sebastian, viviam em seu próprio mundo. Eles viviam na Base em San Diego, rodeados de outros navais e suas famílias. O pai de Sebastian sendo Comandante, era bem respeitado na área. Com o marido sendo solicitado em outro estado, Caroline se mudou de San Diego, deixando apenas lembranças para Sebastian.

Dez anos depois, David é promovido e eles retornam à Base em San Diego. Sebastian agora é um jovem prestes a entrar na faculdade e constantemente lida com brigas violentas, entre seus pais. Ele e o pai não vivem de forma harmoniosa, em vista que Donald Hunter, prevê um futuro diferente para o filho. Enquanto o clima em casa é insuportável. seu refúgio é a praia e o surfe. Até a volta de Caroline.  A reaproximação entre os dois é inevitável e a amizade vai além de momentos de recordações. Afinal, Sebastian não é mais um garotinho e sua admiração por Caroline está com um gosto diferente.

"David franziu o cenho. ele não gostava que interrompessem sua história. Eu me levantei rapidamente para retirar os pratos - não estava com energia para uma briga ou sermão." - pág: 39.

Desde 2011 resenhando para esse blog, sei que, se tem uma coisa que irrita os leitores, é traição fazer parte de um enredo. Já recebemos diversos comentários como: "Ah, essa parte da traição eu não gostei." ou outros derivados. No livro de Jane Harvey-Berrick, o assunto é tratado como forma de libertação, em vista que sua protagonista Caroline, está presa à uma união cheia de baixos, precisando medir palavras para lidar com o marido. Ele escolhe até as roupas que ela deve vestir, em certos momentos. Isso faz com ela seja tão carente quanto Sebastian. Em termos, me deixou triste que a traição foi o motivo para ela se mexer e repensar a vida e dar valor aos seus sonhos, porém o conforto financeiro, às vezes não basta.

Sebastian é um amorzinho. Poderia ser mais um personagem revoltado, devido a criação e conflitos com os pais. Eles não aceitam seu amor pelo surfe, não aceitam que ele deseja ser de Humanas - nesse ponto acho que qualquer pai fica com pé atrás =x - mas, tudo de forma meio violenta. O pai de Sebastian, quer que ele siga a carreira militar e se aliste. A relação com Caroline, desperta nele a vontade de fugir daquele lugar, com ela, e se estabilizarem em outro local. Só que Caro, como ela a chama, tem suas dúvidas nessa relação. E se Sebastian quer apenas uma aventura? E se aparecer uma novinha e ele desistir de tudo? E se...?

"- Podemos ir para a cama? - perguntou ele. - Eu...eu preciso muito de você, Caro. Tocar você...mostrar o quanto eu te amo. Por favor." - pág: 256.

A autora apresenta sua narrativa polêmica, com um clima praiano de fundo, o que passa impressão de que seja mais um romance de verão. Caroline não tem interação com muitas pessoas, diferente de Sebastian que está rodeado por seus amigos. Tirando os pais dele e David, os coadjuvantes são, em parte, esquecíveis. Outros são importantes, por descobrir o relacionamento ou querer destruí-lo. A escrita de Jane é fluída e se torna questionadora pelas ações de sua protagonista, mesclando com um tom doce e inocente de Sebastian, tornando um personagem adorável. Sua Caroline, parece perdida algumas vezes, mas no fim toma a única decisão plausível para terminar toda confusão. Em outros tempos eu até diria que o final não fora clichê. Contudo, já é de praxe, livros do estilo terminarem assim em vista que, há uma continuação.

Com passar das páginas, A Educação de Sebastian começa a ser predominado por cenas quentes entre Caroline e Sebastian. O menino é insaciável. Mas, nada que tome capítulos inteiros e são bem escritas, sem aquele palavreado pesado que me faz sentir como se eu estivesse assistindo vídeo no RedTube. Bem agradável, para quem já está acostumado com o gênero.

" Seu otimismo me fez sorrir; também me deixou um pouco triste. Eu não achava que a vida seria tão fácil quanto ele parecia esperar. Podíamos estar mudando para o outro lado do país, mas levaríamos vários de nossos problemas conosco." - pág: 364.

Gostei do trabalho da editora, sem erros, boa edição e a capa achei bem melhor que a original. Quando vi que seriam quase quatrocentas páginas me assustei, acreditando que boa parte delas seriam preenchidas por intermináveis cenas de sexo e repetição [trauma causado por um certo livro do gênero]. Mas, usando Caroline como narradora, a autora explora o emocional dos personagens, e claro, com momentos felizes e dramas.

E devo dizer que adorei a forma que Sebastian chamava o David porque passei boa parte da leitura, chamando o David de cuzão, também.


*As avaliações com desenho da pimenta indicam que há cenas eróticas no livro.

Autora: Jane Harvey-Berrick
Título Original: The Education of Sebastian
Origem: Literatura Britânica
Editora: Novo Século
Tradução: Márcia Men
ISBN: 978-85-428-0517-8
Publicação: 2015
Páginas: 382
Série: Sim - The Education of...
#1: A Educação de Sebastian
#2: A Educação de Caroline
#3: Semper Fi [POV Sebastian]
O Que Tem?: Romance, Navais, Abuso Doméstico

O Obsession Valley agradece à editora Novo Século, por ceder o exemplar para análise.

You Might Also Like

16 COMENTÁRIOS

  1. Oi Nana! Tudo bom?
    Gosto de temas polêmicos quando a autora sabe tratar devidamente. Às vezes a sutileza é a melhor saída quando você quer desenvolver algo mais pesado; as narrativas acabam caindo em clichê horrível, mas que bom saber que esse livro não é exemplo disso.
    Vou procurar futuramente porque drama bom é sempre bem-vindo :P
    Excelente resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Nana.
    Um livro para lá de polêmico, mas acredito que a questão da traição na obra não me incomodaria. Entendo que a traição não é o melhor caminho, mas também compreendo o desejo de fuga que motivou tal ato.
    Leria a obra.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  3. olá Nana;
    Adorei a sinopse e claro que a resenha me deixou instigada para fazer a leitura.onfesso que não julgo a
    atitude da protagonista, mas se tem uma coisa que aprendi nesta vida é que quem faz a grama verde somos nos.


    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que preconceito é esse com quem é de Humanas? UIHASOHUSHUAHSUI
    Eu achei super legal a premissa desse livro, ainda não conhecia. Acho que traição não é algo que me incomoda em livros, mas depende do contexto. Com um relacionamento desse é até estranho ver que ela tenha demorando tanto.

    Beijos
    Estilhaçando Livros
    Tem sorteio no Cantar em Verso valendo box dos Jogos Vorazes.

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    não conhecia, mas achei bem interessante.
    Não sei se iria gostar do livro, mas pareceu ser legal.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Nana.
    Não gosto do gênero erótico, mas fiquei curiosa quanto ao fato de ter levado a traição e os demais fatores.
    Adorei o blog.
    https://revelandosentimentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha Nana. Eu também sou avessa à traições na literatura, mas tem autores que conseguem trabalhar isso tão bem, mostrando que se trata mais do que de uma relação carnal e sim um de ato de liberdade. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  8. Esse livro daria um bom filme não? Achei legal a história ;)
    E sim, nós vamos ficar bem e mandar pra longe essa ansiedade chata :(

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Nana.
    Eu sou uma das que não gosta de traição hehe. Penso que se a pessoa não está feliz, deve terminar antes de se jogar em outra história. Quanto a questão da idade, também não sei se iria gostar de ler algo nesses termos. Eu tenho 35 anos e falo por mim, eu não ficaria com alguém tão mais novo que eu hehe. Mas dai vai de cada um, mas acho que é um livro que eu não leria hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oie Nana =)

    Acho que não tenho problemas com traição no enredo rs... até por que uma das características que mais aprecio em um autor é quando ele consegue abordar temas reais em sua obra. E bem vivemos em mundo que quase todo mundo trai XDD
    Gostei da premissa da história. Acho que vale a pena dar uma chance ;)

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: Precisa agradecer não rs... Estão sempre aqui, para quando você quiser conversar <3

      Excluir
  11. Oi Nana, faz tempo que não leio um bom livro hot, porque parece que muitos do gênero acabam sendo mais do mesmo, mas esse me parece ter uma narrativa interessante.

    Beeijo, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, Nana! Tudo bem? Infelizmente não curto muito livros que tenham cenas eróticas, então por isso não leria "A Educação de Sebastian". Mas curti a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. O enredo desse livro é muito interessante, mas não faz muito o meu estilo. Mesmo assim, gostei muito da sua resenha!
    Mil Beijos!
    https://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. "não aceitam que ele deseja ser de Humanas" Não queria rir por que é sério o assunto, mas eu ri. huahauhuha Parece bem tenso, não tanto pela traição até por que o marido é um babaca, mas pela diferença de idade e se realmente iria dar certo. Tipo ela conheceu o moço quando ele era criança e ela adulta. (?) Se tiver oportunidade de ler quem sabe. Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Fato, eu também me irrito pra caramba com histórias que contenham traição, mesmo sendo a pessoa traída um imbecil.
    Mas parece bem interessante!
    O livro com cenas intermináveis de sexo seria aquela chatice sem fim dos 50 Tons?
    Beijo

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe