Livro: Joyland - Stephen King

terça-feira, março 22, 2016

JoylandUm pequeno conselho: não se aventure na roda-gigante em uma noite chuvosa. Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer. Linda Gray foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria. O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.

"Aquele outono foi o mais bonito da minha vida. Mesmo quarenta anos depois, ainda posso dizer isso. E nunca fui tão infeliz, também posso dizer."

Em 1973, Devin Jones aos vinte e um anos, iniciava seu trabalho temporário no parque indie Joyland. Ele ainda mantinha um caso com Wendy Keegan quando conseguiu o emprego, mas a distância fez com que o relacionamento dos dois acabasse e Devin fica bastante sentido com todo término. Porém, logo sua vida se abre para novas amizades, as funções no parque, ser o mascote Howie - O Cão Feliz e na investigação sobre o misterioso fantasma num dos brinquedos de Joyland. E quem é Wendy mesmo?

O fantasma, no caso 'a' fantasma é Linda Gray. Os funcionários contam lendas sobre o Horror House - que oras, é um trem fantasma e o único brinquedo escuro de Joyland - ser assombrado pelo espírito da jovem. Linda Gray fora assassinada pelo suposto namorado, dentro do brinquedo, porém, nem todos conseguem vê-la. Depois que um de seus colegas de trabalho a vê, Dev decide investigar sobre o assassinato e acaba colocando sua vida em risco pois, o assassino pode estar mais perto do que ele imagina. Então, Dev decide ir além do temporário e permanecer em Joyland e é quando ele se aproxima de Annie e seu filho Mike. Eles moram numa casa luxosa perto do parque. Mike é uma criança especial que acaba sendo uma peça importante para o mistério. E a amizade dele com Dev trás um toque bem emotivo para o livro.

" - Tem um fantasma aí dentro? - perguntei.
- Centenas, e espero que voem direto para o seu cu."

Joyland foi minha primeira experiência com Stephen King, no termos de leitura. Gosto da maioria dos filmes/séries baseados em suas obras, o que me fez gostar pelo estilo - menos quando tem aliens envolvidos cof cof - e ansiar pela oportunidade de ler algo do autor. Felizmente, foi uma boa escolha e de fato me surpreendi pelo livro ter esse toque emocional envolvendo a amizade do Dev com Annie e Mike. Não pense que toda narrativa é só sobre Linda Gray, assassinato e o parque.

Stephen nos apresenta a personagens atrativos e boa parte com personalidade marcante. Cito Eddie, o senhor carrancudo do parque, o mau humor dele me divertia. A Madame Fortuna que sempre torcia para ter cenas com ela e enfim, descobri mais segredos. E claro, Dev que apesar do ar rejeitado é bem recebido por todos em Joyland e mantém o espírito amigável por toda narrativa. E nem preciso dizer que o menino Mike é um amor, né?

A narrativa se inicia com Dev, quarenta anos depois dos eventos, relembrando a época em que trabalhava no parque. O ar dos anos setenta muito bem descrito pelo autor e cheio referências musicais da época do rock blues ao country. Mas, creio que a música do mascote 'Pop Pop', acabe lembrando a infância de certos leitores, como eu. Como não lembrar da Eliana?

"O vento gritou; a cabine balançou. Eu ia morrer e, naquele momento, não estava nem aí."

Para quem ainda não leu nada do autor, acredito que Joyland seja uma ótima pedida. É um mistério sem pontas soltas, com uma narrativa gostosa de acompanhar e no meu caso, errei várias vezes sobre o assassino. Por outro lado, acho que meu lado leitor só não queria acreditar mesmo que era tal pessoa. Tão legal...

Gostei bastante da edição. Senti um toque irônico nos corações que marcam presença pelas páginas porque tanto para Linda quanto para Devin, o amor doeu. A capa, meio noir, me enganou. Sério, tive a impressão que era uma figura da Linda, mas na verdade é uma Garota Hollywood, uma das funções de Joyland que você só entenderá a simbologia, lendo o livro. O que posso dizer é que uma delas foi bem importante para todo caso.

Já pensando no meu próximo Stephen King. Qual você me recomendaria?

P.S.: Fiquem ligados no blog que em breve entrará, no ar, uma coluna de trilhas sonoras. 
A primeira será de Joyland, com uma novidade bem legal. =D

I Dare You - Desafio Literário
Essa leitura fez parte do Desafio I Dare You 2016
Desafio de Feveiro: Livro Com Sua Inicial: É gente, meu nome é Juliana. :P

Autor: Stephen King
Título Original: Joyland
Origem: Literatura Americana
Editora: Suma de Letras
Tradução: Regiane Winarski
ISBN: 9788581052984
Publicação: 2015
Páginas: 240
Série: Não
O Que Tem?: Mistério, Paranormal, Linguagem Adulta

You Might Also Like

16 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Nana, sua louca! =D
    Tudo bem?
    Chorei de rir desse trecho aqui:
    " - Tem um fantasma aí dentro? - perguntei.
    - Centenas, e espero que voem direto para o seu cu."

    Fiquei meio pensando "Que porra é essa? Fantasma entrar dentro do cu do outro? Que viagem louca! Quero ler esse livro!".
    Nunca li nada do King também não, mas acho que eu vou começar por esse. Só esse lance de fantasmas e cu foi algo que realmente me matou de rir.

    Um abraço!

    Blog || Fan Page

    ResponderExcluir
  2. Oii Nana!
    Joyland entrou na lista de livros par ler esse ano devido a um desafio que estou participando, nunca li nada do Stephen King, já assisti alguns filmes de suas obras, porém eu nunca tive interesse em ler os livros desse autor, acho que não faz muito meu estilo. Porém a premissa de Joyland me agradou por isso eu coloquei ele no meu desafio. Espero gostar da leitura. Ótima resenha...

    Beijinhos
    Leisi,
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    já conhecia o livro, mas ele nunca me chamou atenção.
    Confesso que não curto muito terror, mas quem sabe dê uma chance

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nana! Tudo bem? Adorei a resenha! Eu quero demais ler esse livro. Até o baixei no meu Kindle, mas ler que é bom, nada... rsrs Só li um livro do King até agora (Carrie, a estranha), mas posso dizer que amei a escrita dele! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu não gosto muito dos livros desse autor. Mas o enredo é interessante sim e eu curti bastante a sua resenha.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Nana.
    Eu já li inúmeros livros do Stephen e até agora só consegui gostar de dois. Acho a narrativa dele muito lenta e demora para chegar ao ponto. Mas como sou brasileira e não desisto nunca, comprei esse livro esse mês e vou ler asisim que der. tomara que dese eu goste hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Ooi! Tive algumas experiencias literárias com King e apesar de gostar muito sempre tenho dificuldade com a leitura e acabo desanimando sempre que vejo seus livros (por mais que sei que vou acabar amando). A premissa de Joyland é uma das poucas que não me deixam muito afim da leitura.Beijos
    Sil - Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi Nana,
    Eu acho que essa capa não condiz com livros do Stephan King, rs.
    Porém, como não li nenhum livro dele, posso estar enganada. Só acho que não 'orna', rs.
    Preciso ler algo desse autor com urgência!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Nana! Este foi o mais leve que li do autor, pois não me deixou nenhum um pouco assustada. Eu adorei, porque King é muito bom no que faz. Recomendo Escuridão total sem estrelas, que traz alguns contos mais pesados e quando estiver bem no clima, mergulhe em Saco de Ossos.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela resenha Nana! Já li Joyland e curti bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Nana!

    Adoro Stephen King de paixão. Acho a narrativa dele uma coisa indescritível. Por enquanto, só li os terrores pesados dele - meu favorito é e sempre será O Iluminado. Tenho um amigo que leu Joyland recentemente e ele quase morreu de tanto chorar e amar essa história!

    Adoro um bom suspense, e mistério com tudo interligado é ainda melhor! Fiquei curiosa com a indicação do meu amigo e sua resenha ajudou a aumentar a curiosidade HAHAHAHAHA vou colocar na meta de leitura deste ano.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Caraca! Parece que cada vez mais sou a unica humana no mundo literário que não leu nada do King já estou sentindo vergonha minha! Putz, tenho que parar de adiar e me jogar nas histórias desse cara porque ainda não vi NINGUÉM dizer que ele escreve mal. E sua resenha me deixou louca de vontade de ir ali ler o que ele escreve!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Achei esse desafio bem legal, jamais imaginaria que seu nome fosse Juliana hehe. Quanto ao livro, eu não curto muito histórias de suspense e terror então acabo não em interessando pelos livros do Stephen King.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  14. A capa me chamou a atenção. E se ela te enganou, com certeza me enganou também :P

    Ainda não li o livro, e ainda estou tentando pensar se é o tipo de leitura que me agradaria ou não.

    Mas adorei sua resenha, deu para entender bem a história..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  15. Adorei demais seu blog, não gosto muito desse gênero mas sua resenha está de parabéns, bem detalhada, estou pensando seriamente em comprá-lo. A capa é show, e as frases de efeito me deixaram super curiosa pra saber como é esse livro.
    Beijos, Jeni.
    www.jeniferalves.com

    ResponderExcluir
  16. Nossa adorei a resenha! Estes dias atrás estava pensando que deveria ler algum livro do Stephen King, eu gostei de todos os filmes que vi, mas nunca li nenhum livro dele e hoje entro no seu blog e leio essa resenha, me interessei bastante pela história, vou colocar na lista pra ser meu primeiro livro do Stephen King.
    Mon Ami Poirot

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe