Livro: Soldier - Sam Angus

segunda-feira, outubro 05, 2015

Soldier Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos.
Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha. Uma prova de que a inocência e a sensibilidade podem ser mais poderosas do que a guerra. SOLDIER: Leal até o fim é um livro emocionante e intenso, recomendado para leitores de todas as idades, especialmente para os apaixonados por cães.


Este livro emocionante narra a história de Stanley Ryder. Um jovem rapaz que vivia cercado de responsabilidades e sobrecarregado pelo peso da dor e do descaso vividos. Muito novo, Stanley perdera a mãe, Ma - como a chamavam - era muito querida e causa em todos os membros da família Ryder uma saudade sem limites. O pai de Stanley, Da, é um velho adestrador de cães de comportamento explosivo que odeia cães mestiços e dono da premiada Rocket, uma cadela corredora. Um galgo puro que, pelo visto, era o único orgulho dele.

Stanley se esforçava para ser o melhor filho para Da, mas é muito difícil ser um bom filho para um pai tão duro. Ambos viviam com a dor da perda de Ma, que pesava tanto em suas vidas e, mais recentemente com a ida de Tom para a guerra. Tom havia pedido a Stanley que cuidasse de seu pai, que fosse paciente com ele...e de todas as formas o jovem Stanley tentava. Em uma manhã qualquer, por um descuido de Stanley, a cadela Rocket fugiu enquanto estava no cio. Da sempre dizia que Rocket nunca poderia ter filhotes, pois uma cadela depois da cria, jamais corre tão rápido. O rapaz tinha medo e ao mesmo tempo não acreditava que ele pudesse ser capaz de estragar a única coisa que Da amava. Stanley passou o dia procurando Rocket, mas não a encontrava em lugar algum. No dia seguinte, Rocket havia voltado, estava bem, mas não estava como antes. Rocket ia dar cria...e seriam filhotes mestiços. Os mestiços tão odiados por Da.

Então, Stanley passou a cuidar de Rocket, com ajuda apenas da noiva de Tom e sua professora, a senhorita Bird. O parto dos filhotes foi realizado pelo jovem Stanley, e mesmo assim, Da não apresenta qualquer interesse pelos filhotes. Restando apenas um, Soldier - o cão de Stanley, imediatamente Da disse que não teria piedade. Stanley não pode acreditar que Da seria capaz de tal coisa, horrenda. Dentro do menino sempre existiria a dúvida sobre o fim de Soldier.

Desnorteado o menino só pensava em uma coisa: precisava fugir de casa. Não era mais possível viver com Da, não depois do que havia feito. Então, o menino pegou seu casaco, algum dinheiro e um apito de junco que ele mesmo havia feito, escreveu um bilhete ao pai e tomou uma decisão: ele se alistaria no exército e procuraria Tom, seu irmão que tanto amava, que era o único capaz de ajudar Da. Um menino de 14 anos no exército pode parecer loucura agora, mas com tamanha vontade de Stanley e a necessidade enfrentada pelas forças britânicas isso foi possível. Stanley era bem alto para sua idade e isso o ajudou. O restante pode passar facilmente pelos exames das forças britânicas por conta da dificuldade e necessidade enfrentada por ela durante "A Guerra Para Acabar com Todas as Guerras".

Caminhos diferentes do que o jovem esperava foram encontrados, ele pode notar como agora poderia ser difícil encontrar Tom e pode vislumbrar, só agora, o possível destino trágico que o aguardava. O amor que Ryder tinha por cães o fez se tornar adestrador de Bones, um cão mensageiro grande e desastrado. A partir daí, a vida desse jovem menino tomou rumos inacreditáveis e até que o destino começasse a cooperar, Ryder teve que viver por si e amadurecer em um local tão perigoso: um campo de batalha.

" O cão deve querer estar com você. Se ele quiser estar com você, então ele será leal, corajoso e honrado. Não só isso: ele vai ser impulsionado como se por uma espécie de magnetismo, atravessando em meio as bombas, através de furacões de fogo e de campos com tanques se deslocando, pelo desejo de estar com você."

A autora Sam Angus consegue nos reportar até o tempo que quiser, sob a circunstância que quiser. Consegue fazer os leitores verem o que ela quer que vejam, sentir o que quer que sintam. Devo dizer que não são todos ou autores que conseguem passar tanta emoção e "realidade" para o leitor, então, a autora merece ser reconhecida por esse ótimo livro. Confesso que derramei algumas lágrimas durante a leitura, e soltei muitos sorrisos involuntários também. Não sei se sou só eu, mas histórias com cachorrinhos mexem mais do que o normal comigo.

"Homens adultos, os mesmos homens que tinham visto seus companheiros morrerem e com os olhos secos de lagrimas,esses homens que tinham estado tanto tempo longe de mulheres ou crianças ou de qualquer tipo de ternura, eles eram levados às lagrimas por um cachorro arrastando a perna quebrada através de uma tempestade de fogo."

Particularmente, eu amei o livro. Uma mistura perfeita de história com a nossa amada ficção.
Fatos históricos e enredo emocionante. Primeira Guerra Mundial e cães. Normalmente, eu não gosto de livros sobre cães, pois a grande maioria tem um fim trágico e ,como já disse, eu sou muito coração mole quando o assunto é algum animal. Este não é o primeiro sobre este tema que li, mas o único que sinceramente gostei muito. Claro que o drama está presente em toda narrativa, mas vamos falar a verdade, um livro não é realmente bom se não desperta as nossas emoções.

A capa de Soldier é bem bonita e simples. Tem a foto de um cão em um campo, com um tanque de guerra ao fundo. O que de certa forma, dá aquela curiosidade imensa de saber o que um cachorro tem relação com um tanque de guerra e aquela vontade de abrir o livro e começar logo a ler. Pelo menos, foi o que senti.

Este é aquele livro que você pode apostar, com certeza de vitória, que muita gente vai gostar. Sem precisar fazer propaganda o meu exemplar já está com fila para empréstimo. Mesmo a história sendo sobre um cão e um menino, o que eu li foi sobre um herói. Inspirado em um herói canino de verdade e enfim....Resumindo: Eu quero um Soldier pra mim.

No site da autora, em inglês, o leitor pode saber mais sobre o 'real Soldier' e como ela se inspirou para o processo do livro. Clique aqui e saiba mais.

"Soldier é um livro intenso,recomendado para leitores de todas as idades, especialmente para os apaixonados por cães."


Autora: Sam Angus
Título Original: Soldier Dog
Origem: Literatura Britânica
Editora: Novo Conceito
Tradução: Julio de Andrade Filho
ISBN: 9788581634029
Publicação: 2015
Páginas: 256
Série: Não
O Que Tem?: Primeira Guerra, Conflitos Familiares, Cães, Drama, Juvenil.
O Obsession Valley agradece à editora Novo Conceito, por ceder o exemplar para análise.

You Might Also Like

22 COMENTÁRIOS

  1. Oi Victoria!!

    Quando vi o lançamento deste livro, eu não tive vontade de ler. Eu não curto livros que tenha menção a guerras e também não tenho o costume de ler livros com animais..
    Mas gostei de saber um pouco mais lendo sua resenha!!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito de livros com background histórico e ao ler Soldier sempre fui torcendo para que o pior não acontecesse, mesmo sabendo que ia acontecer.
    É um livro triste, porém muito bonito e que retrata através da ficção, uma história com fundo verdadeiro e que provavelmente é desconhecida de muita gente.

    Beeijo.
    http://resenhandosonhos.com

    ResponderExcluir
  3. Oie Victoria =)

    Apesar das várias resenhas positivas que ando lendo desse livro,confesso que não tenho o hábito de ler histórias que tenham animais como protagonista, por que normalmente são história triste e fico meio deprê depois que leio...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro bem construído e com um fundo histórico ricamente trabalhado. Como gosto dessas características, certamente vou querer conferir a obra.
    Ótima resenha!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  5. Confesso que histórias com animais não me despertam interesse, maaaaaaaaas, uma ruma de amigas ADORAM e eu já vou divulgar esse post, pois elas vão amar! <3
    Luci
    Ponto de Exclamação

    ResponderExcluir
  6. meu coração bateu acelerado com este livro, eu ja amo livros com animais, por si só ja me emocionam e se juntar com elementos de guerra então, ai ja era, vira um favorito na hora
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Eu não conhecia esse livro, mas já quero muito ler ele! Primeiro fala sobre animais, e eu amo livros assim (geralmente choro horrores), segundo fala sobre a primeira guerra, gosto muito de ler livros que tenham a primeira e a segunda guerra como tema, terceiro, sua resenha ficou ótima e só me deixou com vontade lê-lo!

    Beijos,
    Juh
    Tem sorteio lá no blog!!
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/2015/10/minha-caixa-de-correio-5-agosto-e.html

    ResponderExcluir
  8. Ooi, tudo bom??
    Amei a resenha, fiquei super empolgada para ler. Além da capa ser lindaa *-* Se a autora soube passar tanta emoção num livro já sou fã HSUAHS
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Adoro livros que tenham animais! A Novo Conceito simplesmente arrasou nessa capa! Sua resenha me deixou mega curiosa! :D
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  10. Eu jamais compraria um livro com essa temática, mas sua resenha me conquistou. Hahahaha
    Será que eu iria gostar dessa obra? Acho que vou arriscar.

    www.vidacomplicada.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Victoria, sua linda, tudo bem
    Toda resenha que eu leio desse livro elogia a obra. Não tem como não se envolver com a história dele e do seu cão. E colocar partes verídicas no enredo, tornaram o livro mais especial, sem contar, que não é um tema muito abordado. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie,
    tb achei o livro muito lindo. Bem fofo a história dos dois.
    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá Victoria,
    Gostei bastante da sua resenha, ela está muito bem escrita e nos dá uma ideia muito boa da história.
    Acho que Soldier sofreu um pouco e uma criança de 14 anos na guerra? Minha nossa, não posso imaginar como isso vai funcionar.
    Quero muito ler esse livro e também sou coração mole. Fico feliz que tenha gostado da leitura
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  14. Oi Victoria, tudo bem?
    Eu também gostei deste livro. É uma história que emociona e que nos faz refletir um bocado!
    Ótima resenha.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  15. Do tipo que me faz chorar!!
    Adorei a resenha, parece ser bom mesmo, eu simplesmente adoro histórias com animais! (já leu a arte de correr na chuva? eu amo!)
    Vai pra lista...

    ResponderExcluir
  16. Oii!
    Já vi tantas resenhas falando bem desse livro que sinto que já li toda a história. Tenho até vontade de ler esse livro, mas já li tantos livros tristes ultimamente que quero esperar pelo menos minha reserva de lágrimas encher porque não tá dando mais, haha.
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  17. Olá, Victoria.
    E li esse livro assim que chegou aqui em casa e amei. Não esperava encontrar tanta emoção como eu encontrei. Chorei em várias partes do livro. Parabéns pela sua resenha, gostei bastante.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  18. Eu também amei este livro,li ele logo que chegou e já antes de iniciar aleitura eu tinha certeza de que iria amar,dito e feito, hehe. Me emocionei muito com a trama.

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Esse livro é sensacional! Eu gostei e gostei muito do que encontrei. Realmente a autora consegue nos levar para onde ela quiser. Muito emocionante. Todos deveriam ler...
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  20. Esse livro é incrível mesmo, e a angústia de quando o cachorro ia mandar a mensagem? Jesus, acho que a mensagem era que eu tava enfartando hahahah já vi uma capa, acho que a original até, que achei linda e combinando um pouco mais com a história, já viu? Porque essa parece algo muito ameno, o que definitivamente a história não é

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem tag no blog, vem ver!

    ResponderExcluir
  21. Parabéns pela resenha Victoria! Estou ansiosa para ler Soldier! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Nana, tudo bem?

    Eu tenho meio que um código de ética literária e ele inclui a NUNCA ler um livro com cachorros na capa porque eles sempre vão sofrer ou vão morrer ou vão sofrer E morrer. Por ser uma história de ficção, talvez o final não seja tão ruim para Soldier. Mas realmente prefiro não ler.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe