Livro: Private Londres - James Patterson & Mark Pearson

domingo, setembro 13, 2015

Private LondresQuando os ricos e famosos estão em apuros, a primeira ligação deles não é para os serviços de emergência. Eles ligam para a Private. Um minuto foi suficiente para Jack Morgan falhar em salvar a mãe de Hannah Shapiro. Impotente e com medo, a jovem de 13 anos viu a mãe ser morta quando o pai não pagou o resgate aos sequestradores. Mas isso foi antes da Private. Antes de Jack Morgan ter recursos. A agência se expandiu, abrindo filiais no mundo inteiro. Com um seleto time de investigadores e equipamentos de última geração, a Private é uma rede bem-estruturada e Jack saberá usá-la para a proteção de Hannah. Para isso, ele convoca Dan Carter, responsável pelo escritório da Private em Londres, como guardião de Hannah, agora uma mulher de 20 anos, estudante de psicologia. O plano não podia dar errado - até Hannah e as amigas, incluindo a afilhada de Carter, serem atacadas em frente à universidade. Quando Hannah é mais uma vez sequestrada e sua afilhada entra em coma, Dan Carter descobre que os sequestradores são profissionais, alguém está vazando informações e a questão é pesssoal. O pesadelo recomeçou.

♪ Who are you...who? who? who? who? ♪

De início esse tema da série CSI, da banda The Who, pode até se instalar na sua mente. Todo aquele clima investigativo, exposição de cadáveres e mais de um caso a solucionar. E na série, mesmo que o episódio esteja péssimo, você não descansa até saber o culpado. Se você curte séries investigativas tipo CSI, Criminal Minds, Bones e cia, mas nunca leu um livro no estilo, te digo: eles tiram teu sono.
E Private Londres não é diferente.

"Private, a melhor agência de investigações que existe, com escritórios em vários cantos do planeta. É a ele que os homens e as mulheres mais influentes do mundo recorrem quando precisam de total eficiência e máxima discrição. A agência é o único recurso quando a polícia não pode fazer mais nada. Com a Private, nenhum caso fica sem solução."

Private Londres, começa em 2003 quando Hannah Shapiro estava prestes a completar treze anos. Ela e a mãe foram sequestradas enquanto faziam compras do aniversário. Durante três dias, Hannah ficou no poder dos sequestradores, vendo a mãe ser violentada, sem saber porquê o pai não pagara o resgaste. O pai usara o dinheiro para contatar a Private e salvá-las, mas Jack Morgan, chegara tarde demais. Apenas Hannah saíra viva do cativeiro.
Sete anos após o ocorrido, Jack contata o chefe da Private em Londres, Dan Carter. Agora com vinte anos, Hannah ingressou em Chancellors e Dan fica encarregado de vigiar e cuidar da garota. Mas, mesmo depois de anos e em outro país, a violência parece cercar Hannah quando ela e suas amigas, da faculdade, são atacadas e a garota é sequestrada novamente.

"Não era o começo de final de semana que eu tinha planejado."

Logo nas primeiras páginas de Private Londres, os autores deixam bem claro para o leitor, que nada será relatado 'por cima'. Foi o que me pegou de surpresa, já que o outro thriller do James que li, 4 de Julho [resenhado aqui] comparado com esse é bem light. A narrativa descreve bem os atos violentos e suas consequências, como o estado dos cadáveres. Então, se você não tem estômago passe longe.

A trama do segundo sequestro de Hannah é a principal do livro. Todo caso é bem amarrado e com grande reviravolta. O que decepciona é a tal reviravolta. Os motivos decepcionam e passam a impressão que deveriam ser mencionados antes, durante a leitura, e familiarizar o leitor com o assunto. Daí os autores acabaram inserindo vários personagens 'tanto faz', o que pode deixar o leitor confuso.

O livro é dividido em quatro partes, contendo vários capítulos, parte deles beeeem curtos. Dan é o narrador principal, porém alguns capítulos fogem da sua narrativa para o modo 'leitor-observador' quando somos introduzidos às cenas do crime ou pistas. E há um caso paralelo que a ex de Dan, a detetive Kristy - que não é da Private - tenta resolver. Os dois garantem boas cenas estilo pé-de-guerra, mas o fim dado à Kristy, nada impressiona e já é esperado.

No fim, creio que James e Mark fizeram um trabalho interessante e óbvio que ficamos curiosos para saber quem escreveu qual parte. Não conheço muito dos suspenses/thrillers do Mark, mas gosto do James e também gosto do fato dele estar sempre se arriscando em outros gêneros.

Esse livro faz parte de uma série - aquelas que você não precisa ler na ordem, na verdade li esse porque se passava em Londres - e não senti falta de informações do primeiro volume. Só fiquei curiosa para conhecer o Jack Morgan.

"Como disse, alguns casos você ganha, outros você perde.
Alguns você ganha, mas não sente que ganhou.
Eu tinha matado uma mulher e isso não é fácil de superar"

A série de livros, atualmente, possui onze volumes e adivinhem! 
O livro doze se passará no Rio de Janeiro!


Autores: James Patterson & Mark Pearson
Título Original: Private London
Tradutor: Fernanda Abreu
Editora: Arqueiro
Publicação: 2014
ISBN: 9788580413038
Páginas: 224
Série: Private
#1 - Private: Agência Internacional de Investigações
#2 - Private Londres
#3 - Private: Missão Jogos Olímpicos [Londres#2]
#4 - Private: Suspeito nº1
#5 - Private Berlim
#6 - Private Oz
#7- Private L.A.
#8 - Private Índia
#9 - Private Vegas
#10 - Private Sidney
#11 - Private Paris
#12 - Private Rio [publicação em 2016]
O Que Tem?: Londres, Mistério, Investigação, Faculdade

You Might Also Like

16 COMENTÁRIOS

  1. Nanaaaaa
    como vai?
    Eu só li o primeiro volume e parei lá, lembro que na epoca não gostei, achei que passou bem corrido... Pela sua resenha, o segundo volume ficou sensacional :o
    Preciso dar uma segunda chance depois dessa resenha hehehehe
    E não sabia que tinha tudo isso de livro, deu até uma dor no coração </3
    Obrigada fofaa!
    Um beijo!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
  2. Nana, vem cá, tem tag pra você: http://www.interruptedreamer.com/2015/09/tag-frases-de-mae.html

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Já li uns dois livros desse autor, acho curioso o fato dele escever vários gêneros, mas enfim, minhas experiências com ele não foram das melhores.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Meu deussssssss eu quero esse livro agora depois dessa sinopse e resenha. Eu não conhecia, sério o_O e é a temática que mais gosto. MEU DEUS EU QUERO SAKHDAUKSDHKAUHDAHDUKHAUKD mas pena que têm tantos livros

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    quero conhecer este livro, mas tenho um preconceito com o autor, li alguns livros dele e não curti nada.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Nana,
    Nossa quanto mais leio a respeito dos livros do James, mais eu tenho certeza de que ele é um escritor bem versátil. Eu li apenas um romance dele, o Cartas de Suzana para Nicolas e me emocionei muito. Curti a escrita do autor e até tenho vontade de investir em ouras leituras dele. Não sou muito fã do gênero investigativo e policial mas pela sua resenha acredito que seja um bom livro para os fãs do gênero.

    Beijos,
    Bia.

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
  7. Oi Nana, sua linda, tudo bem
    Ai meu Deus, quando você falou que iria tirar o meu sono, pensei que era de ansiedade para descobrir os mistérios da trama, mas percebi que os autores resolveram trazer a violência sofrida pela personagem de uma forma mais crua. Vou confessar que não sei se aguento, fico muito tocada pelas histórias. Mas sua resenha ficou ótima!!!!!
    Obrigada pelo carinho, uma boa semana para você.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nana!
    É o tipo de livro que me agrada bastante.
    Adoro todas as séries criminais e ver que temos uma coleção inteira de livros nesse estilo é um deleite.
    Adorei sua análise!

    Agradeço a visita feita ao blog.

    “Ainda não vi ninguém que ame a virtude tanto quanto ama a beleza do corpo.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  9. Oii Nana tudo bom?

    Eu gosto dos livros do James Patterson, e amo CSI, assisti muito essa série, embora agora perto do finalzinho ela já está me cansando um pouco, saturou com tantas derivadas como CSI Miami, CSI NY, mas... quem resiste à um bom livro do gênero? Ninguem né. E o legal desses livros é que aidna que sejam série os casos terminam "naquele " livro e na edição seguinte já é um caso novo, e isso é ótimo pq não somos obrigados a seguir a série ou ficar esperando loucamente a continuação. Que bom que gostou do livro, sua resenha ficou ótima

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  10. Vc me conquistou na primeira frase já, quando citou CSI e sua trilha sonora incrível!!! Eu sou fanática por essa série e acho que vou ler essa obra só por causa da sua resenha!
    Muito boa dica. Valeu!

    www.vidacomplicada.com

    ResponderExcluir
  11. Oiii!

    Não li nada desse autor ainda, na verdade conheci ele por que fiz uma entrevista com uma autora e ela disse que era amiga dele. Já ouvi falar sobre a escrita do autor, mas pelo o que foi dio aqui, eu não leria. Não tenho muito estomago para essas cenas ainda mais quando estão tão descritivas assim. Fiquei com dó dessa personagem gente, porque sofrer tanto ><

    Acho legal quando há uma série sem que precisamos ler na ordem, mas seeempre sigo ela.
    Esse Private Rio é aqui no BR? Se for, sensacional!

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  12. Hey Nana!
    Humm...
    Olha eu gostava muito de Bones, não pelo estilo desvendar crimes, era mais porque muitas vezes eles entravam na cabeça das vitimas para entender o motivo. Gostei da sua critica, mas os livros para mim precisam ter um apelo psicológico se não, não rola. Mas contudo, no entanto, todavia, me parece que esse livro até tem, pelo que você colocou na parte que diz: "A questão é pessoal." Se for já chamou minha atenção...
    Confuso? É, no fim das contas o que eu quero dizer é que leria esse livro, mas acompanhar os 11? Já estou sofrendo com outra serie tão longa quanto.
    bjos LP
    quatroselos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Nana, eu sempre fico desconfiada com esses livros que tem dois autores, mais pelo que vejo neste não foi problema né. Fiquei interessada nesse livro, ainda bem que a série não precisa ser lida na ordem, afinal, são muitos livros. Kkk

    bju
    http://ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Menina, sabe que eu comprei um desses livros "private" e o mesmo está aqui no plástico ainda? kkkkkkkkkkkkkkkk. Gosto desse autor, já li um ou dois livros dele e achei bom
    bjs

    ResponderExcluir
  15. O livro é interessante até a metade, mas a reviravolta decepciona, os motivos que levaram ao sequestro e assassinatos dá a entender que o autor se perdeu no tempo e nas historias, inserindo personagens "nada a ver" e por razões que acabaram confundindo a mente de quem lê, como por exemplo: motivos de guerra entre palestinos e israelenses, achei muito decepcionante as reviravoltas. Pra mim o melhor autor de livros de suspense continua sendo Harlan Coben

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Denis,
      Obrigada pelo feedback e pela dica de leitura.

      Volte sempre que quiser e mais uma vez, obrigada pelo comentário. =D

      Nana.

      Excluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe