Filme: Oscar 2015 - Birdman, Sniper Americano e Selma

sábado, fevereiro 21, 2015

And the Oscar goes to...
Clique aqui e continue lendo...

Gente é amanhã, o grande dia \o
E essa postagem comentarei sobre mais três filmes em destaque nas indicações.
Era para essa postagem estar no ar desde o dia 18/19, mas foi duro escrever sobre Birdman.

Não comentarei sobre os estrangeiros, pois não achei todos com legenda. Mas, algum dia eles estarão aqui no blog, também.

Deixe sua opinião, também. Mesmo se for diferente ♥

Confira a primeira postagem clicando aqui.
E gente desculpa, esqueci o mais importante: colocar a censura, já editei lá e esses.



BIRDMAN OU (A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA)


Um ator (Michael Keaton) – famoso por interpretar um icônico super-herói – faz de tudo para montar uma peça na Broadway. Às vésperas da estreia, ele vai lutar com seu ego e tentar recuperar sua família, sua carreira e ele mesmo.

“E você conseguiu o que queria desta vida, apesar de tudo?
Consegui.
E o que você queria?
Me considerar amado, me sentir amado sobre a Terra”. (Último Fragmento de Raymond Carver)

'Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)' - sim gente é o nome do filme - é uma comédia/drama de humor negro, que acompanhamos a 'pseudo' queda de Riggan Thomson, Michael Keaton de Batman (1989).

Riggan é um ator que já viveu seus momentos de glória enquanto interpretava o super-herói Birdman. Quando desistiu dos filmes, foi se tornando esquecido pelo grande público e agora, espera reinventar sua carreira escrevendo, dirigindo e estrelando numa adaptação de 'What We Talk About When We Talk About Love', de Raymond Carver para a Broadway.

O projeto do diretor Alejandro Gonzalez Iñarritu, de Babel, segue com um plano sequência, acompanhando todos os passos do protagonista. Isso dá a impressão como se fosse um reality show sobre a vida dele, daquele momento da produção da peça - uma crítica às personalidades que se entregam a qualquer tipo de exposição quando não são tão lembradas como antes? - Acompanhamos Riggan completamente envolvido com a peça e a preocupação em torno de reerguer sua carreira, mostrando que almeja ser reconhecido por algo mais que o tal Birdman e seus tantos filmes. Mas o passado não o esquece e os dias
de glória são difícies de desapegar e Riggan segue, sendo atormentado por vozes do Birdman.

Além do pássaro, Riggan ainda lida com problemas na produção da peça, com a filha Sam, Emma Stone de A Mentira, que acabara de sair da reabilitação - por isso a atriz está com visual estranho no filme - e uma certa competição com o ator Mike Shiner, Edward Norton de Clube da Luta, e, encara outros problemas nos bastidores. Tudo no intuito de chamar a atenção do protagonista e mostrar que há algo mais que necessita de sua atenção e ter valor, além da carreira.

Um filme muito complexo e cheio de diálogos profundos, críticos e irônicos, Birdman conta com um Michael Keaton numa de suas melhores performances e não é a toa a quantidade de prêmios que já ganhou. Riggan é um fragmento do egocentrismo ignorando os fatos em sua volta e se importando apenas com a perfeição de sua carreira.

Um pouco arrastado, em alguns momentos, o filme nos mostra que a vida sempre está nos preparando para 'um grande momento;ato' - válido para o som da bateria que predomina boa parte do filme - e para abraçar o que almeja, só nos resta voar.

Sobre o Oscar: Não tiro mérito de nenhuma das indicações, todos os indicados merecem ser reconhecidos. Principalmente Michael Keaton.


Título Original: Birdman or (The Unexpected Virtue of Ignorance)
Direção: Alejandro González Iñárritu
Roteiro: Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris e Armando Bo
Roteiro Adaptado?: Não
País: Estados Unidos/Canadá
Censura: 16 anos
Ano: 2014
Duração: 119 min
O Que Assistirei?: Drama, Comédia
Elenco Principal: Michael Keaton, Emma Stone, Edward Norton, Naomi Watts, Zach Galifianakis, Andrea Riseborough, Amy Ryan, entre outros.
Trilha Sonora: Ouça no YouTube
Prêmios/Indicações: Indicado a 9 Oscars (Vencedor: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Fotografia.). Globo de Ouro: Melhor Ator em Comédia ou Musical para Michael Keaton e Melhor Roteiro Original. BAFTA de Melhor Fotografia e SAG de Melhor Elenco.



SNIPER AMERICANO



Adaptado do livro "Sniper Americano, O atirador mais letal da História dos EUA", este filme conta a história real de Chris Kyle (Bradley Cooper), um atirador de elite das forças especiais da marinha americana. Durante cerca de dez anos, ele matou mais de 150 pessoas, tendo recebido diversas condecorações por sua atuação.

Mais uma vez: não digite o nome de ninguém no Google, vai estragar!


Dirigido por Clint Eastwood, de Menina de Ouro, a biografia 'Sniper Americano', nos apresenta o texano Chris Kyle, Bradley Cooper de O Lado Bom da Vida, passando pela infância até o momento que decidiu integrar a elite dos SEALs (forças especiais da marinha americana), se tornando o atirador mais letal dos Estados Unidos, com 225 mortes sendo 160 delas foram confirmadas pelo Departamento de Defesa do país. Kyle ficou conhecido como 'Mito' entre seus companheiros.

Kyle resolveu se alistar em 1998 e em 2001, depois do ataque às torres gêmeas, foi enviado ao Iraque. Ele sentia que deveria fazer algo pelo seu país, assistir pela televisão o quão vunerável o lugar poderia estar, o frustava.
Vemos Chris começar a criar cicatrizes da guerra e tormentas. Sua esposa Taya, Sienna Miller de Casanova, os filhos e a ausência do pai/marido em casa tudo reflexo da realidade dos inúmeros soldados que sacrificam momentos da família - com emocional vulnerável - para lutar pelo país.

Um filme estranho. 
É estranho você sentir que o protagonista deveria matar criança? Sim, o foco é a biografia, aquilo foi real, havia um Chris Kyle no Iraque, acreditando que estava fazendo a coisa certa pelo seu país. No lugar dele, muitos fariam o possível para defender seu lar e sair vivo daquele lugar. Mas é um filme complicado de digerir e se identificar ou achar alguma mensagem.

Bradley Cooper está ótimo como Chris Kyle, apesar que o verdadeiro é parecido com Chris Pratt, faz seu trabalho muito bem, porém capaz de alguém dizer para ele no dia da premiação: "Cê num tinha nem que ta aqui, linda! 
E é verdade. Ele está ótimo, mas tinha excelentes e além.

Os micos ficam por conta dos bebês bonecos/robôs que aparecem no decorrer do filme e é MUITO notável. 
Baby robô e NÃO é o único que aparece no filme #shame
Tu vê que nem peso esse treco tem.
E a falta de cronologia ao longo do filme, você só sabe qual o ano de alguma coisa no final do filme. As crianças crescem e você fica WTF? Quanto tempo passou? 
O cara volta pra casa e tipo: Quanto tempo ele ficou lá? Muito confuso.

E claro gente, é o patriotismo americano exaltado e como um soldado diz no filme: 'Olho por olho...'

Sobre o Oscar: Bem capaz de ser a zebra ruim.


Título Original: American Sniper
Direção: Clint Eastwood
Roteiro: Jason Hall, Chris Kyle (livro), Scott McEwen (Livro)
Roteiro Adaptado?: Sim. Livro 'Sniper Americano, O atirador mais letal da História dos EUA'
País: Estados Unidos
Censura: 16 anos
Ano: 2014
Duração: 133 min
O Que Assistirei?: Ação, Biografia, Guerra, Mortes
Elenco Principal: Bradley Cooper, Sienna Miller, Jake McDorman, Eric Close, Luke Grimes, Jonathan Groff, Kyle Gallner, Sam Jaeger, entre outros.
Trilha Sonora: Trilha Lista
Prêmios/Indicações: Indicado a 6 Oscars (Vencedor Edição de Som).



SELMA - UMA LUTA PELA IGUALDADE


Acompanhamos o pastor protestante e ativista social Martin Luther King, Jr (David Oyelowo), e as históricas marchas realizadas por ele e manifestantes pacifistas em 1965, entre a cidade de Selma, no interior do Alabama, até a capital do estado, Montgomery, em busca de direitos
eleitorais iguais para a comunidade afro-americana.

"Nossas vidas não são plenamente vividas se não estamos dispostos a morrer por aqueles que amamos e por aquilo que acreditamos."

'Selma', drama histórico dirigido por Ava DuVernay, de Middle of Nowhere, é o primeiro trabalho grandioso da diretora. E ela nos leva a um momento específico na vida de Martin Luther King, Jr. em 1965 quando os moradores afro-americanos lutavam pelo direito a voto na cidade de Selma se estendendo a capital do Alabama.

O filme inicia em 1964, quando Dr. Martin, David Oyelowo de O Mordomo da Casa Branca, está recebendo o prêmio Nobel da Paz que acaba lhe dando oportunidade de conhecer o presidente, na época, Lyndon B. Johnson e pede legislação federal para permitir que os cidadãos negros se registrem para votar. O presidente não se preocupa com a questão e King decide se juntar aos moradores negros de Selma a lutarem pelos direitos.

O filme choca em algumas cenas, e apesar de épocas diferentes, não deixa nada a desejar comparado com o tom emocional de '12 Anos de Escravidão' (os dois foram produzidos por Brad Pitt). Os ignorantes parecem até crias e olha que estamos falando de 1965, o outro filme se passa em 1853!
Enquanto pretendem lutar por seus direitos, essas pessoas são atacadas, violentadas e quem resolve ajudar, acaba pagando com a própria vida.
Martin é como se fosse uma daquelas pessoas, ele chega do nada, mas parece que estava em Selma a todo tempo.

O filme não tem um salvador, mas vários. 
Pessoas que só queriam ter seus direitos respeitados como todos os outros, independente de cor. 
Inesquecível, com diálogos memoráveis e o discurso final de Martin arrepia até lugares desconhecidos. Interpretação estupenda do britânico David Oyelowo que junto com a diretora do filme, foi ignorado na grande premiação.

E é até mais organizado que 'Sniper Americano', em questão de cronologia.

Sobre o Oscar: Seria a zebra boa. Trilha sonora é maravilhosa, regada a jazz, gospel...e a música Glory de John Legend e Common anda fazendo bonito. 
Letra lindíssima, que descreve bem o filme.


Título Original: Selma
Direção: Ava DuVernay
Roteiro: Paul Webb
Roteiro Adaptado?: Não
País: Estados Unidos
Censura: 14 anos
Duração: 128 min
O Que Assistirei?: Biografia, Drama, História, Violência
Elenco Principal: David Oyelowo, Carmen Ejogo, Oprah Winfrey, Tom Wilkinson, Giovanni Ribisi, Common, Tim Roth, Cuba Gooding Jr., entre outros.
Trilha Sonora: Lista - Lyric Video de Glory
Prêmios/Indicações: Indicado a 2 Oscars (Vencedor: Melhor Canção Original). Globo de Ouro de Melhor Canção Original para Glory.

You Might Also Like

19 COMENTÁRIOS

  1. Ando tão ocupada que esse ano não vi nem 70% dos filmes :( Sendo que desanimei com o Oscar desde 2013... ZzZzZzZ e eu que sou cinéfila, me sinto meio poser com isso :p
    Gostei de todos os filmes, os achei legais, bons, mas nada OMFG, além do Sniper que foi uma bela produção.

    Beijos,
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
  2. Vou assistir Birdman agora e acho que vi ser um dos meus favoritos. Vai se juntar a Boyhood e O Grande Hotel Budapeste.
    Gostei muito de Selma e achei um absurdo o ator não ter sido indicado a melhor ator e a Ava a melhor diretora. O trabalho dela é excelente.

    Beijos,
    Carissa
    www.sopaprimordial.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca assisto os filmes indicados ao Oscar antes dos resultados, incrível. E não é de propósito. Tenho curiosidade de ver Sniper Americano, apesar dos pesares, os outros nem conhecia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Desses quero assistir Selma e Birdman, mas a sua opinião sobre Selma é diferente das que tô vendo esses dias pela internet. Gostei de saber de uma opinião diferente >< Birdman também tá trazendo opiniões diversas por aí, mas meu interesse pelo filme não diminui <3

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. sniper americano me chamou a atenção pelo trailer que assisti no cinema e Bradley é sempre um colirio!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ai, eu amo acompanhar o Oscar. Esse ano não tenho favoritos não, vou só curtir o espetáculo, hehe!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  7. Quero muito assistir Birdman, e não tinha me interessado por Selma mas agora fiquei curiosa ainda mais se a trilha sonora for boa. E não gostei de Sniper Americano ter uma cronologia confusa, já fiquei perdida assistindo Boyhood que sempre passa um ou dois anos SUAHS
    Whiplash ainda é meu favorito e espero muito que ganhe
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  8. Oi Nana! Não consegui assistir todos os filmes antes da cerimônia de premiação, mas destes aqui Selma foi o que mais gostei.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. Na outra postagem não tinha me interessado por nenhum filme, nesse me interessei por Birdman. Até mais por causa do ator que gosto muito do trabalho dele e espero que esse filme seja o grande vencedor.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Aii menina, sabe que não tenho nada de vontade de ver Birdman. Mas Sniper Americano já está na lista e Selma vou ver depois de ver este seu post! NOssa, me deu muita vontade, acho que as pessoas deveriam ver filmes assim né? Vale muito a pena ter boas atitudes. Estou torcendo por vários, mas eu sempre erro na torcida! hahahah

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Nana!
    Destes citados neste post, o que mais chama minha atenção é Sniper Americano. Parece ser bom. Sem falar que adoro o Cooper. Acho-o lindo e talentoso.
    Os demais parecem-me chatos. Principalmente Birdman.
    Ótimo post.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  12. Cara, eu quero muito ver Selma. É um dos filmes que estão concorrendo ao Oscar que mais me chamou a atenção pela história de luta, perdas e conquistas. É um filme que deve emocionar bastante não só por ser dramático e com uma mensagem válida, mas especialmente por ser baseado em algo que realmente aconteceu em determinado tempo.
    Birdman parece ser bem perturbador também. Não sei se vejo ou não. Fiquei curiosa para vê-lo, mas nem tanto. Vamos ver o que decido daqui a uns dias (risos).

    Um abraço, Nana. Adoro seus posts sobre cinema.

    Um abraço!

    P.s.: ri pra valer quando você disse que o discurso final de Martin "arrepia até lugares desconhecidos". =P

    Blog || FanPage

    ResponderExcluir
  13. Oi Nana!
    Adorei o post. Dos três, o que eu tenho visto sendo mais elogiado é o Birdman. Não sabia do que se tratava e gostei da sua visão do filme. Selma também parece ótimo!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  14. Nana!! Hj falei do Sniper no meu bloguinho, eu adorei o filme... mas realmente, o que é aquele bebe???Meu deus,um filme indicado ao oscar não pode ter um bebe horrível desse!!

    Estou louca para assistir o birdman, que ganhou e o Boyhood... que parece super interessante, e deve ter dado um trabalhão fazer!!

    Hj só se fala de oscar! Estou adorando!!

    Bjinhos
    JuJu
    asbesteirasquemecontam.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Nana.

    Vlw por passar no wannabenerd!

    Gostou do resultado de ontem? Birdman levando os principais prêmios, para mim, foi sensacional!

    Até
    www.wannabenerd.net

    ResponderExcluir
  16. Queria muito ter feito esse tipo de post lá no blog, mas não deu tempo, assisti apenas um filme dos indicados... que vergonha hahaha! Então. Viu no que deu né? Birdman venceu de melhor filme e agora minha curiosidade só aumentou.

    Parabéns pela postagem cheia de informações legais.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  17. Oi, Nana! Adoro ler suas opiniões sobre filmes porque é incrível como temos gostos parecidos! <3 Eu não fiquei satisfeita com o Oscar indo para Birdman, mas considerando que a Academia foi racista esse ano e não ia deixar de ser no minuto final, então fica meio óbvio que o prêmio ia para Birdman, apesar de que eu achei totalmente injusto o trabalho todo de Boyhood ter passado em branco. Não foi o melhor Oscar, para mim, mas adorei a cerimônia em si! Bjoo :*

    P.S: Criei o Filmow! Aqui: http://filmow.com/usuario/nicaeti/

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
  18. Birdman eu não gostei :x Hahaha.
    Não que eu não gostei, não amei. Achei esquisito, hehe.
    Michael Keaton realmente foi sensacional, mas eu estava torcendo desesperadamente pelo Eddie Redmayne. Ainda bem que ele ganhou!
    Sniper Americano eu não vi ainda, mas quero assistir.
    Você achou estranho?
    Acho que o Bradley Cooper está virando o novo Leonardo DiCaprio: sempre indicado, nunca ganhando, haha. Tadinho!
    Selma é a primeira resenha que leio e quero muito ver!!!
    :D

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  19. Birdman é definitivamente o meu favorito desses dois filmes, mas eu também acho que Sniper americano é bom , é uma adaptação que encontra a história , talvez disse com um pouco de situações diferentes, mas divertido e nada muda improtante história

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe