Obsession Secrets #1: Tudo Que É Bom, Dura!

terça-feira, setembro 23, 2014

Quero te contar uma coisa...


Oi gente, tudo bem?
O blog entrou em um mini-hiatus, mas estamos de volta. 
Precisava de um tempinho para reorganizar as ideias....

Usarei esse espaço chamado 'Obsession Secrets', para compartilhar alguns textos/sentimentos com vocês e estou bem animada, na ânsia que vocês curtam.
Essa coluna tinha um outro propósito, mas não trouxe o que eu queria, então decidi mudá-la e assim dividir meus textos com vocês.
Enjoy it ;)

Tudo Que É Bom, Dura!

“Tudo o que é bom dura o tempo necessário para ser inesquecível.”
―Fernando Pessoa
image
tumblr: trumpetangst

Odeio lembrar daquele relacionamento que nem foi grande coisa, porém quero me socar sempre que recordo algo sobre ele.
Odeio sentir falta daquele emprego que eu adorava.
Odeio as recordações inusitadas que tenho sobre o meu primeiro amor.
Odeio conhecer pessoas e no mesmo instante idealizar momentos, como se o mundo fosse só nós.
Odeio quando minha mãe me perturba para doar meu par de botas favorito.
Odeio me sentir excluída quando colegas de escola marcam encontros, entre elas.
Odeio que me comparem com outras pessoas.
Odeio chorar quando assisto filmes.
Odeio quando minhas unhas quebram.
Odeio ter que me definir.
Odeio me sentir exposta, vulnerável.

Mas...


via samaronebarcellos

Aprendi que agir por impulso é um grande erro e, nem sempre o que almejo merece fazer parte da minha vida. Forçar, só trás consequências... não muito boas.
Aprendi que conseguir é fácil, manter que é difícil.
Aprendi que quanto maior a mágoa, os melhores momentos permanecem. O passado deve ficar no passado, mas o que me faz sorrir, deve me acompanhar para sempre.
Aprendi a não criar expectativas e viver o hoje intensamente.
Aprendi a praticar o desapego. A vida se renova e se reinventa.
Aprendi que também devo correr atrás das pessoas e não só esperar que elas venham até a mim. Mas sempre atenta ao equilíbrio.
Aprendi que sempre terá alguém tentando me colocar pra baixo. É a forma de algumas pessoas, agradarem o próprio ego.
Aprendi a me importar.
Aprendi que não sou perfeita e nunca serei.
Aprendi que devo me conhecer melhor.
Aprendi que devo me contaminar para criar imunidade a certo tipo de coisas e pessoas.

No fim, só tenho que agradecer.
O que seria de mim sem odiar esses acontecimentos aleatórios que tanto me ensinaram, sem que eu percebesse?  Mesmo percebendo onze anos depois...
Bons ensinamentos que, eu espero que sejam inesquecíveis e durem o tempo necessário.
O tempo da minha vida.




Não reproduza sem autorização

You Might Also Like

9 COMENTÁRIOS

  1. Oie,
    gostei bastante do poeminha.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei demais essa nova coluna!
    O texto ficou super dinamico e me indentifiquei bastante
    http://surejustnot.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. oi ^^
    Gostei bastante do seu texto, sempre tem coisas que odiamos, que nos tiram do sério, mas sempre podemos tirar lições dessas situações. O importante acredito é deixar o ódio, a raiva, o erro de lado e carregar consigo o aprendizado!

    tem postagem nova no meu blog
    espero vc por la!
    abraços

    dudikobayashi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nada na nossa vida é inútil. Até mesmo com as piores experiências possíveis, você sempre consegue aprender algo. Esse é o bom da vida. É sempre um aprendizado.
    cronicasdeumlunatico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi
    gostei muito dos textos, principalmente do último sobre aprender.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adoreeeeei demais o texto! Até porque me identifiquei bastante com certas coisas que odeio e que aprendi até hoje. Muito bom! =]

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Muito legal o texto! Me identifiquei em varios aspectos como odiar se sentie vulneravel e odiar chorar com filmes.
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  8. Nossa que lindo. Na parte do odeio bateu tanto comigo que fiquei pensando em como penso nas coisas que odeio, no meu primeiro amor principalmente... mas com isso a gente realmente aprende. Muito bonito o seu post. Uma bela lição neste meu dia chatinho!

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe