Livro: Amor nas nuvens - Barbara McMahon

domingo, fevereiro 16, 2014



E se... um grande desafio fosse apresentado a uma jovem conservadora? E se... ela tivesse como par, em uma corrida de balões valendo 50 mil dólares, Rafael Sandoval, um apreciador de esportes radicais? E se... ela precisar voar por uma semana com Rafael, que não conhece o significado de medo de altura? Esse é apenas o começo de uma grande aventura para Amália Catalon…





 
Stefano e Rafael fizeram uma aposta de 50 mil e, para tornar o desafio mais interessante, deveriam levar alguém sem experiência nenhuma no balonismo e que seria escolhido pelo adversário. Amália, secretária de Stefano Vicente, fora escolhida pelo chefe para participar de uma corrida de balão ao lado de seu adversário, Rafael Sandoval.

Sem o consentimento de Amália em participar dessa corrida, Stefano dera a Rafael outra opção, Teresa, namorada de Rafael, ou apenas seu caso da vez. Teresa atrapalharia tanto quanto Amália por ter outros interesses ao invés de ajudar Rafael a vencer a corrida e, foi por esse motivo que Rafael apareceu na porta de Amália e praticamente a raptou para a segunda parte da corrida, o long jump.

Amália já sentia certa atração por Rafael. Essa atração foi se intensificando cada vez mais ao passar o tempo com ele. Não sentia vontade em ajudá-lo a obter a vitória nessa corrida, não entendia o motivo de dois homens apostarem uma grande quantia em uma corrida quando poderiam fazer coisas melhores, ajudar outros, o que seria extremamente mais importante do que ter ou perder 50 mil para outro alguém em uma corrida estúpida.

“É você ou Teresa, e ela deixou bem claro que não irá mais pisar naquela cesta novamente. É a outra candidata que Vicente me permitiu, por isso digo que você irá. Esteja aqui no máximo às 5h30. Sua bagagem ficará com a equipe de perseguição e você vem comigo.” (Pág. 33).

Não era somente por achar a aposta sem sentido que Amália não queria ir, pois seu medo de altura contribuiu muito para que não aceitasse. Com o tempo e com a companhia de Rafael, a moça passou aos poucos a esquecer desse medo e apreciar a o momento, a vista e o que podia. Maior foi sua vontade de ajudar Rafael ao descobrir o real motivo de seu chefe tê-la escolhido como parceira de Rafael.

Amália é uma mulher que sonha em ter um casamento como fora o de seus pais, que foram felizes e, apesar de tudo estavam sempre juntos. A jovem tivera de deixar a faculdade para depois quando se viu sem seus pais e tendo que cuidar de seu irmão mais novo. Rafael não pensava em casar-se por ver como fora com seus pais, que se encontravam separados, sua concepção de família era completamente diferente da de Amália, mas ele passara a admirá-la, diferente das outras mulheres, que diziam o que ele queria ouvir e não o que queriam realmente dizer.

“Deixou-a perplexa. Esperava que esbravejasse contra o tempo, demonstrasse sua frustração naquelas circunstâncias. Em vez disso, parecia até gostar um pouco daquela situação.” (Pág. 118).

Um romance leve e muito bonito sobre duas pessoas com vidas completamente diferentes. Apesar de tentarem não mostrar um ao outro e até a si mesmos o que sentiam, não dava pra levar esse sentimento escondido sem dizer nada, já queriam passar a vida com o outro.

Seria Rafael capaz de deixar a corrida de lado por Amália?
Seria Amália capaz de acreditar que seria diferente das outras com Rafael?

Recomento a leitura, boa pedida pra aquela tarde calma e tranquila.

 Autora: Barbara McMahon
Título Original: The Daredevil Tycoon
Origem: Literatura Americana
Tradução:
ISBN:
Editora: Harlequin
Publicação: 2012
Páginas: 183
Série: Não
O Que Tem?: Romance, Balões, Chefe, Secretária, Aposta


Links: Skoob - Loja Harlequin - Autora
O Obsession Valley agradece à editora Harlequin por ceder o exemplar para análise.

You Might Also Like

17 COMENTÁRIOS

  1. Nunca ouvi falar desse livro, mas nãoestou com muito tempo para ler, infelizmente. Parece ser uma leitura calma, doce e tranquila, um romance clichê e fofo. Não garanto que um dia vá ler, mas é sempre bom algo leve de vez em quando, né?

    Beijoos

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Apesar de acompanhar bem a editora, acho que nunca vi ou li nada sobre ele, nem resenha...
    O livro parece bem cativante, fofo e romântico, tipo de leitura que amo <3
    Ela conseguiu casar-se como seus pais? rs

    Beijocas
    De tudo um pouco da Thá

    ResponderExcluir
  3. Gosto bastante de romances leves e esse parece ser realmente muito bom
    Mas é uma série bem grandinha

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ah, parece ser um livro bem leve e gostoso de ler mesmo. Não é meu gênero preferido, mas eu me encantei pela história, vai me deixar nas nuvens (trocadilho péssimo, eu sei haha)

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro romances de banca e ainda não conhecia este...
    Anotada a dica. Gosto destes clichês gostosos de ser ler.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não curto romance de banca, mas até leria esse ai ^^
    Brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Adoro romances de banca. As histórias são rápidas e gostosas de ler. E se envolve alguma aposta ai sim que fica bom hehehehehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Fazia um tempinho que nao passava por aqui e preciso falar: AMEEEEEEI o layout rsrsr
    Beijos

    Dani
    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha, não sabia ainda muito sobre esse livro.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nossa há tanto tempo não leio um romance da Harlequin, deu saudade agora.
    Gosto de romances de banca mas não dedico tanto tempo a eles.
    Rafael e Amália tem opiniões diferentes sobre o casamento e fiquei curiosa pra saber como os dois vão se entender.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. adoro os livros da Barbara, apesar de ainda não conhecer esse
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu gosto de romances de banca, mas nunca mais consegui ler nenhum, pela falta de tempo. Essa história parece interessante, mas estranho eles terem traduzido a número 8.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá!!

    Confesso dizer que nunca li nada da Editora Harlequin. Mas há quem goste desse tipo de romance e do fator custo, que são mais baratos que outros. xD

    Esse por exemplo, é um bom exemplo de que deva valer a pena. É uma boa pedida para sair do habitual e ler algo numa tarde entediosa.

    Vou anotar esse nome caso eu passe em alguma estande de livros da editora na Bienal de São Paulo.

    Até mais

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Já li muitos livros de banca e gosto do gênero para relaxar.
    Boa dica.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, bom dia ^-^
    Não conhecia essa história. Achei interessante (e até um pouco diferente). Parece ser daquelas histórias boas para ler após uma "ressaca literária" ou algo assim :D
    Parabéns pela resenha e obrigada pela dica de leitura.
    Beijinhos e boa semana.
    Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Os romances da Harlequin geralmente são assim mesmo, mais leve e com leituras para descontrair. Não conhecia o livro ou a autora, mas gostei muito da sua resenha e dos personagens, só não de saber que a série é gigante. kkkkkkkkkkk

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  17. Nunca ouvi falar do livro, mas parece ser bom.

    Beijos
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe