Livro: O Começo do Adeus - Anne Tyler

quinta-feira, fevereiro 28, 2013

Anne Tyler nos leva a um romance sábio, assustador e profundamente tocante em que descreve um homem de meia-idade, desolado pela morte de sua esposa, que tem melhorado gradualmente pelas aparições frequentes da mulher — na casa deles, na estrada, no mercado. Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou sua infância tentando se livrar de sua irmã, que queria mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, ele vê uma luz no fim do túnel. Eles se casam e têm uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz. Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.

Aaron é um homem de meia-idade que sofreu a perda de sua esposa, Dorothy, uma mulher tímida. Após a morte de Dorothy, ele passa a vê-la algumas vezes em locais diferentes, o que é estranho - óbvio - por ela estar morta. E com isso, ele está sempre tentando, de alguma forma, vê-la e poder estar com ela. 

O Começo do Adeus, nos mostra como o protagonista aprende a lidar com a perda de sua esposa aos poucos. O livro é em primeira pessoa e, logo, a história é narrada por Aaron.

Aaron nos conta como conheceu Dorothy e como acabou se casando com ela, mas o livro já começa com Dorothy morta, então ele passa a nos relatar um pouco de sua história com ela, tentando entender o motivo de suas aparições e por quê às vezes ela simplesmente sumia.

A princípio, achei que seria uma boa leitura, mas infelizmente perdi o interesse depois dos dois primeiros capítulos, então fui arrastando a leitura durante um mês inteiro até um pouco mais da metade para, só então, ter interesse novamente e concluir a leitura. Não estou dizendo que não é interessante, só que não consegui sentir-me atraída por ele.

Não imaginava que todos os personagens do livro me cativariam, quer dizer, nem todos, Louise me pareceu estar ali apenas pra ter alguém que também acabara de sofrer a perda de alguém importante. Aaron é o tipo de pessoa que parece não se dar muito bem quando as pessoas se preocupam com ele, talvez por causa de sua deficiência possa parecer que as pessoas se preocupem de mais e isso lhe incomode. 

"Ela se ergueu, virou-se e saiu se arrastando penosamente, abraçando a bolsa de novo. As solas dos sapatos ortopédicos estavam gastas nas extremidades e a barra da calça estava esfarrapada, pois vivia sendo arrastada. Ela subiu a Rua Deepdene até a Avenida Roland, virou à direita e a perdi de vista." (Pág. 149)

Nandina, que no começo do livro eu cismava que era Nandinha, é a típica irmã protetora. Mas que irmã não se importaria com seu irmão? É algo compreensível, mas que às vezes, parecia-se como uma mãe. Dorothy talvez não agrade a todos, admito que no começo, por parecer não se importar muito com Aaron, não gostei muito dela. No entanto, após suas aparições, pareceu-me que sempre que ela tentava uma aproximação mais profunda de Aaron, ele a afastava. Entenda que Aaron gostou do jeito de Dorothy parecer não se importar com as coisas, diferente dos outros.

Havia deixado a leitura desse livro pra depois, mas li algumas resenhas falando super bem do livro e outras ao contrário, então resolvi ler e tirar minhas próprias conclusões sobre o livro. Acontece que não foram muito boas. Como assim? Não consegui sentir o drama, os sentimentos que deveriam ter em um livro com a história de alguém que sofre com a perda de alguém e vai aprendendo a aceitar essa perda aos poucos.

É um livro leve, achei que terminaria a leitura em dois dias, por ele ser um livro fino, mas me enganei, já que não me interessei muito, arrastei a leitura por um mês inteiro, teria abandonado, mas ainda não consigo abandonar um livro, por mais que não me interesse. O final? Realmente gostei, apesar de ter achado algo previsível, foi algo mais feliz. Adorei a Maeve, que coisinha graciosa.

Autora: Anne Tyler
Título Original: The Beginner's Goodbye
Origem: Literatura Americana
Editora: Novo Conceito
Tradução: Ana Paula Corradine
ISBN: 9788581630397
Publicação: 2012
Páginas: 208
Série: Não
O Que Tem?: Casamento, Luto, Drama

LinksSkoob - Compre - Site da Editora - Autora
O Obsession Valley agradece à editora Novo Conceito por ceder o exemplar para análise.

You Might Also Like

20 COMENTÁRIOS

  1. Quando li essa sinopse não me interessei muito pelo livro e sua resenha apenas me confirmou esse desinteresse. Pessoalmente não gosto muito desses "dramões", ainda mais quando os personagens ficam o tempo todo relembrando o passado =P

    mas é o que você falou, o pessoal está comentando tando que até dá uma curiosidade porém passo longe pois sei que livros assim só me irritam haha

    teh mais

    ResponderExcluir
  2. Quando eu vi o kit desse livro me apaixonei, mas, logo quando li o primeiro capítulo já perdi o interesse. Imagino como foi ler um livro inteiro assim (apesar de não abandonar livros também).
    Gostei muito da sinceridade na resenha.

    Beijos
    Pollyanna - Entre Livros e Personagens
    http://entrelivrosepersonagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esse livro não faz meu estilo em nada, mas alguns pontos da trama me chamaram atenção. Eu darei uma chance, mas não estou muito confiante que adorarei o livro.
    Beeeijos

    ResponderExcluir
  4. Ao contrário de ti eu o amei. Achei lindo, o desfecho e o lado imperfeito mostrado na escrita sigilosa e intimista da Anne. Mas fazer o quê, não podemos agradar a todos né, haha.

    Abraços,
    www.garotodoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. ótima resenha! ja nao tinha gostado da capa desse livro e saber que é chato a ponto de levar a leitura na marra me fizeram perder todo o interesse que já nem tinha ahahaha

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  6. Poxa, é uma pena que você não tenha tido empolgação para lê-lo rapidinho. :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  7. Que chato quando a gente não gosta do livro. =/ Um porre ler empurrando...
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  8. Oi Leticia, tudo bem flor?
    Assim como você já li inúmeras resenha, positivas e negativas, e acredito que vou precisar ler o livro pra tirar minhas conclusões.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Não sei se leria esse livro, não. Acho que iria gostar e, assim como você, me arrastaria na leitura. D: Enfim...
    Adorei sua sinceridade... o texto tá ótimo.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. oi querida,
    putz, é complicado quando um livro não nos encanta taanto. Pelo menos me pareceu que os personagens se salvam hehehe
    boa semana
    ;*

    www.redbehavior.com

    ResponderExcluir
  11. Apesar de algumas resenhas positivas que li, o enredo de “O Começo do Adeus”, não me atraiu, então no momento não tenho vontade de ler ele.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. fico imaginando se vocês compram esses livros ou se são dados de cortesia...
    bom, sabe essa temática é um pouco delicada... simboliza o período de luto.
    ~~ Emilie Escreve ~

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Esse livro não despertou muito o meu interesse e está la na minha prateleira sendo deixado cada dia mais pra trás :/ devo dizer que depois da sua resenha, fiquei mais desanimada ainda rs

    Abraços,
    Marinah | www.marinahgattuso.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir
  14. Sou exatamente como vc! Não consigo desistir de um livro e o último que insisti foi muito bom... Tem que dar uma chance, às vezes nos surpreendemos com finais bacanas ;)
    Bjus

    Rafa
    rafaelando.com

    ResponderExcluir
  15. Oi,
    Então esse livro parece ser bem dramático que pena que ele não lhe prendeu atenção e tão ruim quando isso acontece ne? Enfim acho que eu ainda vou demorar para pegar esse para ler pois não estou exatamente no momento para livros assim. Mas espero conseguir ler ele algum dia.
    Bjsss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi.
    Já li esse livro e também não gostei. Achei a história monótona e cansativa, como também não apreciei a narrativa. Cheguei até a pular algumas partes.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Eu não li esse livro, lendo a sinopse parece ser boa, mas a opinião dos leitores aqui me desanimaram, rs.
    Bjus

    Rafa
    Rafaelando.com

    ResponderExcluir
  18. Yey voltei aqui!
    Eu ia pegar esse livro emprestado para ler, mas nem me animei agora com seu post. É bom ver várias opiniões também, só que pelo que tô vendo não vou curtir muito se começar a leitura. :~
    Beijos
    P.S.: Acho que não disse: adorei essa versão da Alice aqui no blog! <3

    ResponderExcluir
  19. Não li esse livro e confesso que nem tenho vontade porque, para mim, a estória parece meio monótona. Adorei a resenha.
    Beijos

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Letícia, eu tenho muita desconfiança desse livro, acho que não vou gostar também.
    Não tenho vontade de ler, não.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe