Filme: Atividade Paranormal 2 (2010)

quarta-feira, março 30, 2011

Na seqüência, todos os elementos estão de volta, inclusive os personagens Kate e Micah.

Kristi, irmã de Kate acaba de ter um filho com Daniel que já é pai de uma adolescente. Após vivenciarem um suposto arrombamento em sua residência, Daniel resolve instalar um sistema de câmeras de segurança para monitoramento de todos os cômodos de sua casa. O trio também tem o costume de filmar tudo que acontece ao redor até que as situações estranhas começam a ocorrer, fazendo o trio de personagens acreditarem que vivem em uma casa mal assombrada.

Bom, para quem nunca viu Atividade Paranormal (1 ou 2) e deseja ver "Atividade Paranormal em Tóquio", basta saber que é TENSO.
Em geral a história é sobre uma família que sofre um tipo de atentado em casa. Do nada, todos os móveis e utensílios de cozinha, estão espalhados pelo chão. As portas dos armários estão abertas. Tudo em completa desordem.

O filme trata-se de um tipo de regressão. Após mostrar a bagunça que houve na casa, eles passam o que aconteceu nos meses anteriores.
Coisas estranhas aconteciam, como o cachorro latir do nada, o bebê olhar para um ponto fixo e começar a chorar, ou até mesmo, as coisas começarem a balançar e/ou cair.

Passado um certo tempo, a irmã da dona da casa - adolescente -, percebe que as coisas estão estranhas demais e acaba pesquisando na internet sobre espíritos, fantasmas e todas essas coisas SUPERNATURAIS.
O que ela descobre? Descobre que tudo isso pode ser a resposta de um espírito, após um pacto. E um pacto é pago com a morte do filho primogênito.
Decidindo provar para o cunhado que algo realmente errado está acontecendo, essa garota examina os vídeos e mostra para irmã que, não só acredita, mas age de uma maneira estranha, como se já soubesse o motivo.

Depois de várias coisas acontecerem com essa família, os telespectadores acabam reparando em algo realmente estranho: Tudo o que acontece de estranho, se passa às 3h da manhã, aproximadamente.
Até tudo virar do avesso.
Espíritos não têm a capacidade de ser paciente. Se os pais não sacrificam seu querido filho, podem deixar que os espíritos se vingarão de alguma forma. Possuindo e/ou matando os envolvidos no pacto, por exemplo.

O que vocês achariam de um espírito - ou demônio - entrar em seu corpo e te arrastar escada abaixo? Pois é...

Como crítica, posso dizer que esse filme é entediante e ao mesmo tempo, interessante.
Entediante por ter um suspense muito grande, nas filmagens. Interessante, por ter toda uma história por trás.
Por isso eu digo, NUNCA façam pacto com o demônio, anjo, Deus, ou o que quer que seja. Hahaha. Viva sua vida na boa e tente estar sempre ao redor de pessoas com alto astral e energia positiva.

Pelo que dizem, essa história é verídica.

Ps.: Quem ainda não viu o filme, ou viu e não entendeu o motivo do pacto...Digo apenas uma coisa: Reparem na casa que essa família mora e no emprego que o dono dela tem.


Elenco: Micah Sloat, Katie Featherston e Mark Fredrichs.
Trilha Sonora: Não Divulgada.




BY COLABORADORA YARA

You Might Also Like

11 COMENTÁRIOS

  1. Ainda não assisti nem o um, não posso assistir o dois UAHSUAHSUAS mas adorei a resenha (:

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkk boa resenha

    Assisti ao 2 e achei que completa bem o 1, explica coisas do 1º que antes eram meio WTF.

    Mas ainda prefiro o primeiro atividade paranormal simplesmente por que aquela cena do final (do primeiro filme) quase me fez chorar de medo/susto hauahuahauahauhauha

    p.s.: não são espiritos e sim demonios. Alias, um demonio só.
    Um espirito ainda tem algo de bom nele, já que é em parte humano. Um demonio é o mal puro.

    (sim, aprendi isso com o filme. sim, sou fã de filmes de terror hauhauahauhuahah)

    TEH MAIS

    ResponderExcluir
  3. Miss Carbono...Então, eu coloquei espírito ou demônio, porque no espiritismo, demônio não existe. Então os espíritos acabam incorporando esse 'personagem fictício'.
    Além de eu ser super fã de SPN né, aí já viu...
    Lá os demônios são espíritos 'egocêntricos' e maldosos...Enfim...É uma questão de ponto de vista...hahaha

    Mas fico feliz por ter gostado =)

    ResponderExcluir
  4. Achei muito interessante a sinopse deste filme.
    Pretendo asssitir sim algum dia, com certeza!
    Adorei a sua resenha a respeito!!
    Bom findi.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  5. Aaah, ainda nem vi o primeiro, fiquei com medo!!
    Huahauhauah

    Mas tenho certo preconceito com filmes que se passam no Japão, principalmente com japoneses... :x

    Beijos!
    xoxo

    ResponderExcluir
  6. Ok, sou medrosa, vou adimitr.
    Não assisti nenhum e nem pretendo assistir. (pelo menos não por agora..rs).

    bjinhuxxx

    ResponderExcluir
  7. para ser sincera...nem assisti, acho perda de tempo Q AUAHSAUH

    beijos,
    World Of Carol Espilotro

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha. Ainda não assisti nenhum dos três filmes, mas adoro um suspense, sentir um medinho haha
    Depois passo aqui pra dizer o que achei ;)

    Aah, obrigada pela visita no blog.
    Adoraria fazer parceria. *-*

    *Várias Facetas*

    ResponderExcluir
  9. Ainda nem assisti o primeiro, mas a resenha está ótima. xD

    Bjss*
    Gabi Lima
    http://livrofilmeecia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, assisti, a nível de curiosidade e fiquei imprecionada por se tratar de fatos reais. Concluo q, como temos constatado, este tipo de filme tem lotado os cinemas:portanto tem espíritos querendo o Òscar. O problema é q se trata de espíritos maldosos. Não sei até onde isto vai dar. bjs.

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe