Série: Supernatural 6x14 – Mannequin 3: The Reckoning

segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Ben entra em contato com Dean avisando que Lisa está em apuros. Dean deixa Sam para investigar um caso sozinho e corre para resgatar Lisa, só que, ele não está preparado para o que encontra. Nesse meio tempo, Sam descobre que homens assassinados eram parte de uma brincadeira cruel. A autora era uma colega de trabalho dos homens, que também sumiu.

Não há dúvidas em dizer que todo o episódio foi sobre encarar fantasmas: o que assombrava alguns imbecis e os que assombravam os Winchester. Comecemos pelo fantasma de Sam, então, que é nada mais, nada menos que o inferno.
Após fazer tudo exatamente ao contrário do que Dean havia recomendado, como uma criança desobediente, Sam não só esbarra na barreira construída pela Morte, mas abre um buraco nela e, junto, um buraco em sua alma. Assim como o irmão mais velho, quando voltou do inferno, Sam não quis mencionar o que realmente sentiu ou se lembrou, fingindo estar perfeitamente bem. Só nos resta esperar que a pequena dose que ele recebeu sirva de lição para deixar a maldita barreira intacta e, consequentemente, a própria vida a salvo.
Passemos agora ao fantasma do Winchester mais velho. Respondendo ao chamado de Ben, Dean retorna à casa de Lisa – que supostamente está em apuros -, apenas para encontrá-la pronta para um encontro. Dean ficou incrível no papel de ciumento ao perguntar “quem é o cara”, deixando transparecer que, ao seu modo, ele realmente ama aquela mulher. E, convenhamos, se há uma mulher que merece Dean Winchester, essa mulher é Lisa. Fui uma das primeiras a criticar esse relacionamento que, para mim, foi repentino e surgiu apenas como um tapa-buraco necessário na season finale da quinta temporada. Porém, na sexta temporada criei uma grande admiração pela personagem. Lisa é uma mulher forte, que nunca precisou de homem nenhum para guiá-la na vida e que soube acolher Dean quando ele mais precisou e deixá-lo partir quando chegou o momento. Sem dramas, chantagens emocionais ou afins. Isso é amor.
A conversa entre Dean e Ben, no quarto do garoto, também foi sensacional. O Winchester foi o pai que Ben conheceu e ele apenas quer sua família de volta. O momento em que o menino diz que Dean está abandonando sua família é de cortar o coração. O garoto tem mais em comum com Dean do que aquilo que foi mostrado em sua primeira aparição. Quando Dean fala sobre escolher caminhos, percebemos novamente que ele não quer ser como seu pai, não quer impor ao Ben aquilo que lhe foi imposto. Ninguém quer para quem ama uma vida que não escolheria, se tivesse outra opção. E não há como negar que Dean ama Ben. Assim como ama Lisa. E a maior prova desse amor é deixá-los, para que sejam felizes longe de todo mal e todo desgaste que ele poderia levar para a vida deles.
Por último, o fantasma “central” do episódio : Rose Brown. Um espírito vingativo, do tipo que há muito não se via na série e que fez falta. Ver Sam salgando e queimando ossos foi extremamente nostálgico. O mais interessante no caso - além da história do rim, é claro - foi a ironia do tal Jonny, ao dizer que Rose era patética e provavelmente nunca a haviam chamado para sair, enquanto o próprio acreditava namorar uma boneca.
Para fechar com chave de ouro, a conversa dos irmãos ao final do episódio. É bom enfatizar a palavra irmãos. Pois há muito ela não tinha o significado que voltou a ter. Sam agradecendo a Dean por ter sua alma de volta e dizendo que estará lá pelo irmão foi o que eu poderia chamar de reconfortante.
Uma caçada, algumas piadas e comunicações pelo olhar, referências – e deboches – à cultura pop, alguns apuros e um momento de conversa e até mesmo reflexão. É, estamos de volta aos bons tempos!

(*****) 5 estrelas, sem sombra de dúvidas!

BY COLABORADORA ANNA CLÁUDIA

You Might Also Like

7 COMENTÁRIOS

  1. Eu amei esse episódio achei o melhor até agora!
    O Impala possuído foi o melhor!!
    Dean correndo.
    Sempre sinto pena do Ben, coitado...
    E a Lisa poderia revelar logo para o Dean que ele é pai do menino kkkkkkkkkkkkkkk
    Adorei a resenha Donanna
    Vamos aguardar agora a babaquice da semana que vem.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, se ela falasse agora que o Ben é filho do Dean, eu dava na cara dela KKKKKKKKKKKKK ia ser desespero pra não perder o macho, falo mermo u_u KKKKKKKKKKKKKKK ia ter que retirar todos os elogios que fiz a ela '-' KKKKKKKKK O episódio foi realmente mto bom, voltou aos velhos tempos, eu achei *-*
    semana que vem vai ser MARA, boto fé que vou rir horrores HAHAHHAHAHAHA

    obrigada, Donana! *-* empolguei nas resenhas hoje HUAHAHAUHAUAH :*

    ResponderExcluir
  3. HAHAHAHAHA Temos que marcar Patty, você e eu para assistir ao episódio da semana que vem.
    Verdade se ela falasse seria para segurar o bophe!

    Postou muito por aqui? Nem notei KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    de nada criatura!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, acho que a orelha de alguém cai de tanto queimar se você, Patty e eu assistirmos esse episódio juntas ! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que nao assisti esse episódio, pq eu nao lembro hehehe
    Mas eu amoo o Dean *-*

    Beeijo
    Rapha - Doce Encanto

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana!

    Concordo, esse foi o melhor episódio dessa temporada até agora, uma volta aos velhos (e bons) tempos. Achei uma sacanagem, mas uma ótima sacada, o Impala possuído. E a vena de ben foi de cortar o coração. Certeza que o moleque é filho de Dean. Adorei a resenha!

    Beijos,

    Fernanda

    ResponderExcluir

Olá sejam bem vindos e deixem suas opiniões, com respeito, aqui.

Algumas observações:
- Comentários que não tenham relação com a postagem, serão removidos e não serão respondidos.
- Divulgações, exceto de autores, são removidas e não são respondidas.
- Comentários irrelevantes como: 'ah adorei a postagem', 'adorei a coluna', 'que legal o post' e outros no mesmo nível, são mantidos mas não são respondidos. Até porque, o que iríamos responder, né?

Popular Posts

Like us on Facebook

Subscribe