24/08/2014

Livro: Brilho - Amy Kathleen Ryan

Mais fascinante trilogia desde Jogos Vorazes. A Terra não existe mais, e em duas naves que procuram um novo mundo no espaço, uma menina de 15 anos precisa casar e engravidar para garantir a sobrevivência da humanidade. Enquanto isso, uma sucessão de acontecimentos eletrizantes torna a jornada pelo espaço algo absolutamente imprevisto. Temas como religião, a escolha da mulher e a ideia de poder e dominação vão aparecendo muito suavemente articulados ao longo da trama, amarrando o leitor com surpresas e reviravoltas estonteantes. São temas universais, postos num livro por uma escritora surpreendente e que promete arrasar a cena literária a partir desta sua fantástica criação.

 

“Olhou para o display do vídeo do hangar a estibordo, fantasmagórico e vazio, com a porta do airlock fechada. Não havia ninguém lá. Ampliou a imagem para procurar algum sinal, qualquer que fosse, de sua mãe. E o que viu o deixou alarmado. A nave auxiliar em que ela havia entrado se fora. Não estava mais lá. Devia ter partido durante o conflito.”

A Terra já não é mais um lugar onde os humanos podem habitar e, por esse motivo, temos a New Horizon e a Empyrean, duas naves e seus vários humanos, com a esperança de salvarem sua espécie e viverem em uma Terra Nova
Para isso é necessário que continuem se mantendo e reproduzindo ao longo da jornada. Tudo correria normalmente se a missão de conceber descendentes, para povoar a Terra Nova, não estivesse em risco a bordo da New Horizon.
Com a New Horizon passando por suas dificuldades, a Empyrean terá as suas ao notar que a nave está muito mais próxima do que deveria estar. 
A partir daí, é notável o quão emocionante a leitura se torna.

A narração é dividida entre Waverly e Kieran, portanto, temos a oportunidade de estar em duas naves ao mesmo tempo logo após o ataque da New Horizon – que teve como objetivo tomar posse das meninas da outra nave – a Empyrean.
Waverly, nossa protagonista, é uma personagem muito carismática - no começo do livro, ingênua - mas com os acontecimentos repentinos e por ser uma das meninas mais velhas, seu amadurecimento é notável em meio às situações em que é submetida. 
Kieran é observador e questionador. Notamos como o personagem cresce, porém de forma diferente. Tendo em vista que todos a bordo da New Horizon são religiosos e a maioria a bordo da Empyrean são ateus, podemos ver como algumas pessoas distorcem ou dão argumentos que as pessoas esperam ouvir. Como saber o que é certo e o que é verdade?

Ao começar a leitura é nítido o clima romântico entre Waverly e Kieran, porém o livro não se prende a isso. Outros fatos tão importante quanto, são explorados e seu desfecho deixa muitas pontas soltas. 
Um gostinho de quero mais e aquela ansiedade pela continuação floresce de imediato.


“Os outros garotos olharam para Kieran e, ao menos dessa vez, via-se um temor real nos olhos deles, em vez de raiva. Até mesmo Seth estava com os olhos arregalados e mordia os lábios, que estavam pálidos.”

Primeiro livro da série Em Busca De Um Novo Mundo, possui uma capa de chamar a atenção, bem brilhosa, literalmente. O trabalho feito no livro, sua diagramação, foi muito bem elaborado. 
As páginas pretas repletas de estrelas foi o que mais me chamou atenção e citações de William Shakespeare, Oscar Wilde e outros, nos acompanham durante a leitura.


Autora: Amy Kathleen Ryan
Título Original:  Glow
Série: Sky Chasers / Em Busca de Um Novo Mundo
#1 - Brilho
#2 - Centelha
#3 - Flame
Editora: Geração Editorial
ISBN: 9788581300733
Tradutor: Ana Death Duarte
Publicação: 2013
Páginas: 354
O que tem? Distopia, Romance, Fantasia

19/08/2014

Lançamentos Literários Agosto/2014 - Gente e ÚNICA

Oi pessoal, tudo bem?
O que vocês andam fazendo nesse frio delícia? Quer dizer, às vezes nem tão delícia...
Sim, porque têm noites que o frio é tão grande por aqui, daí penso que acordei na Europa, mas era só sonho mesmo. ='(

Hoje trago novidades de Agosto da editora Gente/Única!
Aproveitem a Bienal com algumas das dicas. \o/

Não deixem de comentar a opinião de vocês, seus lindos ♥

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS.

17/08/2014

Livro: Belleville - Felipe Colbert

BellevilleSe pudesse, Lucius aterrissaria em 1964 para ajudar Anabelle a realizar o grande sonho do seu falecido pai! De quebra, ajudaria a moça a enfrentar alguns problemas muito difíceis, entre eles resistir à violência do seu tio Lino. Claro que conhecer de perto os lindos olhos verdes que ele viu no retrato não seria nenhum sacrifício... Sem conseguir explicar o que está acontecendo, Lucius inicia uma intensa troca de correspondência com a antiga moradora da casa para onde se mudou. Uma relação que começa com desconfiança, passa pelo carinho e evolui para uma irresistível paixão – e para um pedido de socorro...


Quando Lucius se muda para Campos do Jordão, encontra a fotografia de uma bela jovem de olhos verdes. Ela é Anabelle, antiga moradora da casa onde Lucius está. 
De acordo com a fotografia, haveria uma caixa enterrada no terreno e Lucius, decide averiguar. 
Na caixa ele encontra uma carta de cinquenta anos atrás, onde a jovem Anabelle pede para que construam Belleville, uma espécie de montanha russa. 
Lucius então escreve outra carta, para o próximo morador daquela casa. 
O que ele não sabia é que sua carta seria respondida por Anabelle, diretamente do passado, seria possível?

“De todos os lugares do mundo havia apenas um que eu queria visitar agora. Chances de a minha ida até lá ser em vão? Com certeza muitos. Mas é como dizem: não faça da sua vida um rascunho, ou poderá não ter tempo de passá-lo a limpo.”

Lucius se mudou para Campos do Jordão a fim de cursar a universidade. Porém, pouco tempo depois, resolve ajudar Anabelle com o sonho de seu pai, construindo Belleville com suas economias para a faculdade. 
Aos poucos Lucius começa a trabalhar no projeto da montanha russa até que seja a única coisa para o qual ele vive. Contruir Belleville e realizar o sonho de Anabelle, ao realizar o sonho do pai dela.

Depois da desconfiança dos jovens acharem que tem alguém brincando com eles ao responderem as cartas com diferença de cinquenta anos, Lucius e Anabelle ficam cada vez mais próximos um do outro, até que uma irresistível paixão começa a aflorar dentro deles. 
Enquanto Lucius se empenha em construir Belleville; Anabelle tem seu Tio Lino tornando sua vida cada vez pior.

“Não importava o que eu fizesse, nem o modo como eu tentasse lidar com as coisas, o pensamento lógico havia me abandonado de vez. Que efeito era esse que Anabelle me causava? Poderia ser qualquer coisa, misturada com um pouco de insensatez.”

Com uma narrativa que nos deixa bem envolvidos na trama, Belleville me deixou triste e feliz ao mesmo tempo. O final foi simplesmente mágico, não consigo encontrar palavra melhor. 
Ainda não conhecia o trabalho do autor, sendo Belleville a primeira obra de Felipe Colbert que pude apreciar. Espero ler os outros trabalhos do autor...

Assim como muitos livros da Editora Novo Conceito, Belleville também me ganhou pela capa: tão singela como sonhos.

O Obsession Valley agradece à Editora Novo Conceito por ceder o exemplar para análise.


Autor: Felipe Colbert
Título Original: Belleville
Série: Não
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581634111
Publicação: 2014
Páginas: 304
O que tem? Drama, Romance, Literatura Nacional

15/08/2014

Cinema: Estreias da Semana 2014 - Agosto/01

Acompanhe as estreias da semana

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...